Home > Victor Godoi de Carvalho

6 razões para sua empresa buscar a constelação sistêmica organizacional

Modelo se consolida como alicerce na implementação de mudanças, tomada de decisão e resolução de conflitos nas organizações

lessandra Canutto*

14/05/2019 às 16h20

Foto: Shutterstock

A constelação sistêmica organizacional entrou no vocabulário corporativo, e vem se consolidando como um alicerce na implementação de mudanças, tomada de decisão e resolução de conflitos nas organizações. Mas você sabe realmente o que é e como funciona? A especialista Allessandra Canuto traz seis esclarecimentos importantes sobre o assunto e suas possibilidades.

1. Constelações sistêmicas organizacionais e suas contribuições no ambiente corporativo

A constelação sistêmica é uma metodologia de consultoria e suporte desenvolvida pelo filósofo e psicoterapeuta alemão Bert Hellinger em 1995, com base em sua experiência com sistemas familiares. Trata-se de uma ferramenta valiosa para investigar e buscar soluções para todo tipo de conflito relacionado ao universo corporativo e profissional.

2. Mas o que exatamente é um sistema? E uma constelação?

Numa empresa, um sistema representa tudo aquilo que se inter-relaciona (pessoas, departamentos e processos, por exemplo) e depende de integração e cooperação de todas as partes para funcionar devidamente. Já uma constelação desvenda todas as relações presentes nesse sistema com base em três princípios básicos: hierarquia, pertencimento e equilíbrio.

3. Os desafios do constelador e seus constelados

O cliente apresentará seus desafios ao constelador, o profissional responsável por conduzir o processo. A partir disso, escolherá pessoas de fora da empresa para representar seus colaboradores, departamentos, produtos ou serviços. Em um primeiro momento, o cliente escolherá um representante para cada elemento envolvido na situação “problema” e os posicionará nos lugares em que cada pessoa acredita que cada uma deve estar.

Cada um dos “representantes” descreve como está se sentindo e onde gostaria de estar. Em seguida, os representantes começam a se mover para o lugar onde acham que realmente deveriam estar, para que o sistema na empresa funcione adequadamente e os objetivos esperados sejam atingidos. Caso o cliente prefira, a representação pode ser feita com bonecos ou objetos, sem o envolvimento de terceiros.

4. Resoluções de problemas organizacionais

A constelação sistêmica organizacional permite identificar e solucionar conflitos, e tem inúmeros potenciais de aplicação. Pode contribuir com o encaminhamento das mais diversas questões pertinentes ao ambiente empresarial, como a resolução de dificuldades financeiras, recrutamento e avaliação de profissionais e desenvolvimento de um sistema de gestão mais equilibrado e adequado ao perfil da companhia, dentre outras possibilidades.

5. Benefício para todos os portes de empresas

Empresas de pequeno, médio e grande porte podem realizar constelações sistêmicas organizacionais, sem restrição. A metodologia também vem sendo utilizada em empresas familiares, com sucesso.

6. Constelações sistêmicas organizacionais x constelações familiares

Família e empresa são sistemas muito distintos. Para citar apenas uma diferença, na empresa os colaboradores estabelecem uma relação de pertencimento temporária. Já na família faremos parte desde o nascimento, mesmo que haja conflitos e afastamento.

Apesar dos nomes similares, constelações familiares e organizacionais são feitas com abordagens e metodologias distintas. A constelação organizacional é um trabalho que se aproxima da consultoria empresarial, diferentemente da constelação familiar, que tem uma abordagem mais próxima à terapia.

*Allessandra Canuto é especialista em gestão estratégica de conflitos, sócia da AlleaoLado e autora do livro “A culpa não é minha”

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail