Home > Gestão

5 estratégias para o desenvolvimento de equipes

Feedback constante, bom plano de carreira e ambiente colaborativo são alguns itens destacados por especialista

Da Redação

09/05/2019 às 12h00

Foto: Shutterstock

O desenvolvimento de equipes deve ser algo personalizado e que pode se diferenciar de acordo com cada organização, aponta o sócio, diretor e consultor do grupo Netas, Fábio Abate.

Segundo o especialista no desenvolvimento e integração de funcionários, quando bem trabalho, o desenvolvimento de equipes pode ser uma grande vantagem para o sucesso da organização.

Confira abaixo uma lista montada por Fábio com cinco estratégias para que as companhias possam alcançar o melhor resultado neste processo.

1. Aplique feedbacks constantes
O feedback é uma excelente ferramenta que serve tanto para mostrar ao colaborador quais são os seus pontos a melhorar e orientá-lo rumo ao caminho certo, quanto para reconhecê-lo por entregar um trabalho de valor e qualidade, motivando-o ainda mais. Portanto, o feedback deve ser aplicado independentemente da situação.
Funcionários que já passaram por treinamentos de equipes costumam ter uma autoconfiança maior com relação às suas habilidades e competências, estando mais preparados para entenderem de fato os pontos abordados em um feedback e utilizando-os de maneira mais construtiva e assertiva.

2. Estruture um bom plano de carreira
Uma equipe em desenvolvimento não deseja ficar para sempre nos mesmos cargos e atribuições, afinal, eles têm o desejo de crescer, aprimorar seus conhecimentos e contribuir cada vez mais com o crescimento da empresa também.

Para isso, estruturar um plano de carreira para todos os cargos da companhia, é uma boa forma de mostrar ao colaborador que ele será recompensado por seus esforços e por mostrar um bom trabalho.

Neste ponto, o treinamento de desenvolvimento de equipes também é capaz de promover um maior engajamento dos funcionários com os objetivos da empresa, por meio de dinâmicas e atividades práticas que mostram o seu real papel no atingimento dos objetivos corporativos.

3. Promova um ambiente colaborativo
A empatia entre os membros, o saber se colocar no lugar do outro é um diferencial competitivo para empresas que prezam pelo desenvolvimento de seu capital humano, enxergando neles os agentes de mudança da companhia.

4. Estabeleça metas e prazos
Estabelecer metas e prazos é algo extremamente útil. Isso porque é a partir de indicadores que o colaborador vai conseguir mensurar o seu desempenho dentro da companhia. Claro que cada caso é um caso e para que ele tenha uma real noção disso, o gestor precisa criar metas e prazos reais e atingíveis, mas sem deixar de ser desafiadores.

5. Invista em treinamento e desenvolvimento
Investir em treinamentos corporativos, sejam eles funcionais — para capacitar os colaboradores na utilização de uma ferramenta, por exemplo — ou comportamentais — como um treinamento de desenvolvimento de equipes — que gera oportunidades de mostrar que a companhia se preocupa com o seu crescimento e quer trabalhar como uma verdadeira parceira, fazendo uma troca justa e honesta.

Essa valorização motiva sua equipe a realmente fazer parte do seu quadro de funcionários, se identificando de fato com a missão, visão e valores de sua companhia e trabalhando em equipe com foco no mesmo resultado.

A sinergia de uma equipe integrada, unida e focada, traz além de um ambiente corporativo muito agradável, uma grande satisfação e admiração por parte de seus clientes e demais stakeholders, que provavelmente sentirão uma melhoria no atendimento e nos serviços prestados. Ou seja, sua empresa só tem a ganhar e seus funcionários também.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail