Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
4 indústrias que serão impactadas pela Inteligência Artificial
Home > Tendências

4 indústrias que serão impactadas pela Inteligência Artificial

Em 2020, veremos um impacto contínuo da IA em novos setores, que ajudarão não apenas as empresas, mas também os consumidores

Ben Bloch, CIO (EUA)

20/12/2019 às 18h00

Foto: Shutterstock

As soluções centradas no consumidor construídas por inteligência artificial (IA) e automação estão ajudando a acabar com a percepção do público de que essas tecnologias beneficiarão apenas as empresas e impactarão negativamente os empregos e as contratações.

As discussões sobre a otimização da eficiência humana está se tornando cada vez mais comum, conforme vemos surgir aplicações da Inteligência Artificial (IA) na saúde, mídia social, transporte, indústrias financeiras e muito mais. Andrew Ng, cientista da computação e professor adjunto de ciência da computação em Stanford, recentemente se referiu à IA como "a nova eletricidade", apontando que a maioria das indústrias verá o valor da tecnologia se ​​expandir significativamente na próxima década.

Os avanços recentes ajudaram a revisar processos simples e desatualizados, fornecendo análises avançadas de dados e inteligência aumentada para apoiar não apenas as empresas, mas também funcionários e consumidores.

Em 2018 e 2019, a IA foi escolhida para melhorar diversos setores, e foi o principal objetivo do financiamento de capital de risco com investimentos de bilhões de dólares. Para 2020, a expectativa é de que algumas indústrias tenham grandes avanços no uso de IA e aprendizado de máquina. Confira quais.

CIO2503

E-book por:

1. Contratação e desenvolvimento de funcionários

A tecnologia de IA pode e deve reformular o processo de contratação, ao mesmo tempo em que compila dados para ajudar a colocar as pessoas certas nas posições corretas para obter o máximo de resultados. O uso de dados juntamente com os programas de IA pode ajudar a aprimorar a experiência humana, em vez de substituí-la, um medo comum que temos escutado bastante nos últimos anos.

Por exemplo, a Fuel50, plataforma de experiência de talentos, oferece ferramentas para mudar a maneira como as empresas gerenciam o desenvolvimento dos funcionários para melhorar a consistência, a eficiência e acompanhar o seu progresso de uma forma que nunca havia sido feita antes. Através do processo de carreira orientado pela IA, a Fuel50 oferece transparência na carreira para identificar talentos e fornecer previsões de competências que impulsionarão a força de trabalho no futuro. A IA e empresas iniciantes como a Fuel50 fornecerão a oportunidade de medir o sucesso dos colaboradores de uma maneira muito mais tangível.

2. Investimentos e seguros

O seguro de vida é um setor de US$ 615 bilhões, preso no passado, com empresas herdadas dominando o mercado. No entanto, as mudanças estão chegando rapidamente. A indústria viu investimentos recordes em 2019 e, em 2020, espera obter retornos sobre esses investimentos por meio de grandes atualizações de tecnologia. Com mais de 700 seguradoras nos Estados Unidos, cada uma oferecendo mais de 20 produtos diferentes, classificar centenas de milhões de conjuntos de dados é a única maneira de identificar a melhor opção para uma política que gere o melhor retorno.

Como isso seria incrivelmente desgastante e impossível para um consumidor, geralmente agente de vendas de seguros é chamado para fazer recomendações, que são incrivelmente tendenciosas em relação às políticas que proporcionam melhores retornos ao próprio agente e à empresa. Como alternativa, o aprendizado de máquina pode ser utilizado para classificar bilhões de conjuntos de dados e identificar a melhor opção possível com base em parâmetros individuais predefinidos.

“Enquanto um agente olha e compara várias opções, a programação de IA pode tornar a tarefa muito mais eficiente e garantir que o consumidor tenha as melhores opções disponíveis”, explica Nelson Lee, fundador da Insurtech iLife, que utiliza a integração da IA ​​para oferecer clareza e opções de políticas otimizadas para os consumidores. Além disso, Lee sugere que a IA pode proteger a experiência humana com uma interface inteligente de segurança e aquisições, com opções bem avaliadas para que os consumidores possam proteger seus ativos.

Outras plataformas estão começando a surgir para resolver a falta de transparência no setor, como a Mployer Advisor, empresa com sede em Nashville, Estados Unidos, que utiliza IA e dados em tempo real para classificar corretores para planos de seguro de saúde corporativos. Talvez existam poucos setores mais propensos à disrupção em 2020 do que o de seguros, com grandes revisões sendo feitas por conta das práticas desatualizadas.

3. Tecnologia de casa inteligente

O segmento de mercado de eletrodomésticos inteligentes faturou quase US$ 17 bilhões em 2019 e deve crescer quase 20% até 2023. Esse mercado comprova o aprimoramento da tecnologia para casas inteligentes.

A Chefling, startup de tecnologia sediada no Vale do Silício, está usando o aprendizado de máquina e a conectividade de aparelhos para fornecer uma experiência de cozinha totalmente integrada, desde a avaliação automática do estoque das geladeiras e despensas até o fornecimento de uma lista de receitas com base nos itens disponíveis e na automação da cozinha. A solução também ajuda a sugerir ingredientes faltantes e pode encomendá-los através dos serviços de entrega. A recente parceria da empresa com a Bosch, líder global no setor de eletrodomésticos, é um ótimo indicador do que está por vir para o setor.

A cozinha está rapidamente se tornando o hub doméstico inteligente de recursos interativos projetados para criar experiências perfeitas através da IA. A demanda da população por tecnologias de casa inteligente está impulsionando o crescimento dos assistentes de voz também fora de casa. A Amazon e o Google estão investindo milhões de dólares em novas empresas, como a Drivetime, companhia de entretenimento interativo que usa inteligência artificial para permitir que jogos e outros aplicativos sejam controlados inteiramente por comandos de voz para uso em veículos.

4. Saúde

Em geral, as discussões sobre a tecnologia aplicada à assistência médica se concentra em privacidade, segurança, acesso a dados e compilação de dados. A falta de um sistema uniforme deixa grandes quantidades de dados separados e, consequentemente, não efetivamente comparados, um problema que afeta diretamente o atendimento, o diagnóstico e o tratamento do paciente. Os objetivos da assistência médica, conforme continuamos integrando inteligência artificial e aprendizado de máquina, são gerenciar prioridades e aumentar a segurança do paciente e o nível de atendimento. Além disso, a expectativa é de que soluções de segurança cibernética e grandes sistemas de processamento de dados sejam integrados.

A Patientory, startup de assistência médica que visa melhorar a maneira como os pacientes controlam a sua saúde, conta com novas tecnologias para centralizar a enorme quantidade de dados médicos acumulados. Essa centralização, algo que o setor de saúde atualmente não possui, será usada para criar insights ​que auxiliarão a saúde de pacientes em todo o mundo. A Patientory também oferece um aplicativo móvel projetado com blockchain e aprendizado de máquina, permitindo que os usuários criem um perfil e armazenem as suas informações médicas com segurança.

De acordo com a empresa, a plataforma também permitirá que os pacientes se conectem com os prestadores de cuidados e outros pacientes com problemas de saúde semelhantes. Ao longo dos próximos anos, veremos muito mais espaço para aprimoramentos e inovações baseadas em IA, mesmo que o setor de saúde esteja atrasado em inovações disruptivas.

Mas será que a IA realmente se tornará "a próxima eletricidade", como Andrew Ng disse? As indústrias citadas são setores gigantes com muito espaço para inovação, crescimento em eficiência e alinhamento de tecnologia, tarefas que a IA pode facilmente assumir.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15