Home > Tendências

3Com lança aplicativos de código aberto para fazer frente à Cisco

Novo aplicativo Asterisk permite a criação de sistemas IP-PBX para filiais que atuem remotamente

Network World, EUA

21/01/2008 às 12h16

Foto:

A 3Com deve apresentar nesta semana dois aplicativos que rodam sobre sua série MSR de roteadores multiserviços – um para o Asterisk VoIP e outro para aceleração e otimização de WAN - com os quais pretende intensificar a disputa com a Cisco.

Os aplicativos foram desenvolvidos sob a marca Open Services Networking (OSN) da 3Com, lançada há um ano visando a oferta de plataformas para a integração de aplicativos de código aberto, desenvolvidos tanto pela 3Com quanto por terceiros, à infra-estrutura de redes.

Segundo a 3Com, essa estratégia de código aberto permite às organizações simplificarem suas operações, reduzir custos e gastos operacionais e preservar seus investimentos, ao mesmo tempo em que fazem ajustes e acrescentam funcionalidades e recursos a suas redes.

A combinação dos roteadores com os aplicativos OSN visam fazer frente à Integrated Services Routers (ISR) da Cisco, uma plataforma bastante popular e bem-sucedida entre as companhias que integram serviços de voz, dados e segurança. As ISRs são um dos principais motivos pelos quais a Cisco mantém sua liderança entre o mercado de escritórios remotos – segundo o Dell’Oro Group a companhia respondeu por 87% desse mercado no terceiro trimestre de 2007.

Enquanto isso, a fatia da 3Com é de 2,6% do mercado mundial, estimado em 796 milhões de dólares. A companhia espera que a relação custo-benefício de suas ofertas OSN/MSR a ajudem a começar a reduzir a liderança da concorrente. A 3Com promete entregar até duas vezes o desempenho de um ISR por entre 2 mil e 4 mil dólares menos.

++++

A 3Com vendeu cerca de 10 mil roteadores MSR na China, alguns com aplicativos próprios, outros com soluções OSN de parceiros para serviços de monitoramento, gerenciamento de eventos e análise de comportamento de rede e proteção a informações de e-mails. Essas soluções são destinadas a filiais de grandes corporações e escritórios regionais, bem como a provedores de serviços gerenciados que oferecem serviços de continuidade de negócios e segurança às companhias.

Asterisk e otimização de WAN
A nova plataforma Asterisk de comunicações IP da 3Com acrescenta capacidades unificadas de VoIP em uma rede. Trata-se de um aplicativo baseado em Linux, que cria um IP-PBX para escritórios que atuem remotamente com até 30 funcionários. O sistema inclui recursos de telefonia, como voice mail, atendimento automático, menus de voz e conferência.

De acordo com a 3Com, a Asterisk suporta até 25 sessões do tipo Session Initiation Protocol (SIP) simultâneas, e dispensa a necessidade de licenças de usuários. Ela funciona com os aparelhos de telefone da 3Com, bem como os telefones IP baseados em SIP da Polycom.

O outro lançamento, um otimizador e acelerador de WAN do parceiro da 3Com Expand Networks, visa aprimorar o desempenho da rede e facilitar o acesso aos aplicativos a partir de escritórios e filiais, ajudando a evitar os custos com upgrades de link de banda larga. Segundo a 3Com, o aplicativo eleva em 400% ou mais o desempenho de um MSR, além de eliminar a necessidade de implementação de aplicativos em cada escritório.

Todos os aplicativos OSN rodam em um Open Services Module (OSM) baseado em Linux no roteador MSR. Essa plataforma dispensa a implementação de diferentes aplicativos para tarefas de aprimoramento de desempenho da rede, segurança e capacidades VoIP, por exemplo. Esse nível de integração também reduz o consumo de energia, de acordo com a 3Com.

O Asterisk tem preço inicial de 995 dólares. O preço do aplicativo Expand Networks WAN, que a 3Com comercializa em OEM, começa em 315 dólares por módulo.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail