Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
3 perguntas para CIOs reavaliarem prioridades estratégicas no pós-pandemia
Home > Gestão

3 perguntas para CIOs reavaliarem prioridades estratégicas no pós-pandemia

CIOs precisam decidir a melhor forma de contribuir às empresas, à medida que elas ultrapassam os desafios imediatos causados pela pandemia

Redação

20/07/2020 às 8h30

Foto: Adobe Stock

Após quatro meses de pandemia global e respostas imediatas das organizações diante do novo cenário, os CIOs devem agora reavaliar suas prioridades e repensar o que resiliência e confiabilidade significam para a organização pós-pandemia, de acordo com o Gartner.

Embora os CIOs tenham reavaliado continuamente as operações durante a pandemia, agora devem se concentrar em prioridades mais estratégicas: tornar sua empresa mais resiliente e mais capaz de responder às incertezas, capturando valor de novas oportunidades digitais e permitindo resultados de negócios digitais.

O Gartner selecionou três perguntas - e três respostas contendo orientações - a serem feitas para CIOs iniciarem a conversa sobre estratégia pós-pandemia.

Quais fatores nos permitiram (ou nossos concorrentes) ser resilientes durante a crise?

O Gartner define resiliência organizacional como a capacidade de uma organização de resistir, absorver, recuperar e adaptar-se à interrupção dos negócios em um ambiente em constante mudança e cada vez mais complexo para atingir seus objetivos, recuperar-se e prosperar.

Entenda como reforçar ainda mais a resiliência da sua organização, refletindo sobre o que já foi criado durante a crise da Covid-19 para você e seus concorrentes. Por exemplo, muitos varejistas chineses foram capazes de mudar rapidamente para plataformas de compras on-line porque já tinham a infraestrutura de TI subjacente, enquanto outros não.

CIO2503

E-book por:

Os CIOs líderes reconhecem que o modelo de negócios e a estratégia de uma organização em si podem ser uma ameaça à construção de sua resiliência. Como resultado, eles estão examinando continuamente as experiências de funcionários e clientes em busca de maneiras de torná-los mais resilientes e compensar os impactos da Covid-19. Trabalhe com parceiros fora da TI para determinar o impacto que as alterações propostas na estratégia podem ter no restante da organização.

Nossa estrutura de direitos de decisão nos permitiu responder com rapidez e flexibilidade nesta crise?

Avalie o processo estratégico de tomada de decisão, refletindo se ele permitiu à organização de TI detectar oportunidades e ameaças nos negócios e com que rapidez foi capaz de responder ao desafio em questão.

As abordagens centralizadas e decisivas de cima para baixo limitam a capacidade das organizações de responder à dinâmica volátil do mercado. As organizações que permitem a tomada de decisão distribuída, onde unidades, funções ou equipes de negócios tomam decisões relacionadas à estratégia e alinhadas aos objetivos corporativos gerais, estão melhor equipadas para responder rapidamente às oportunidades e ameaças.

Quem são nossos principais recursos dentro e fora da TI para execução da estratégia de tecnologia?

Embora a pandemia esteja alimentando muitas oportunidades digitais em toda a empresa - renovando os canais de vendas e serviços, implantando novos sistemas para dar suporte ao trabalho remoto -, também existe o potencial de esgotar os funcionários de TI e gerar problemas de capacidade. Os CIOs líderes reconhecem que a TI corporativa não pode ser a única responsável pelo “digital” e buscam capacidade adicional fora da TI para ajudar.

Os funcionários externos à TI que personalizam ou criam soluções de dados e tecnologia são alistados como "multiplicadores de força" para avançar em sua agenda de transformação digital. O papel do CIO é orquestrar o trabalho desses produtores de tecnologia distribuídos fora da TI, promovendo maneiras consistentes de trabalhar, a reutilização e fornecendo bases digitais seguras e eficientes para a produção de tecnologia.

Com a tecnologia provando ser fundamental para as organizações durante essa crise, é essencial que os CIOs aproveitem a oportunidade para refletir sobre como podem ajudar suas organizações a se prepararem melhor para as incertezas futuras.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15