Recursos/White Papers

Tecnologia

Por que o SMS e o correio de voz estão retornando?

Na verdade eles nunca deixaram de ser meios de comunicação extremamente poderosos para os negócios. E agora estão ganhando novas funcionalidades, combinados com serviços inovadores

Mike Elgan, Computerworld/EUA

Publicada em 02 de agosto de 2018 às 09h53

O SMS está morto. E o correio de voz está obsoleto. Certo?

O SMS e o correio de voz são tecnologias antigas e problemáticas que foram substituídas por novas alternativas.

Somos levados a acreditar, por exemplo, que o SMS foi largamente deixado para trás a partir da adoção dos mensageiros instantâneos e das ferramentas de colaboração em equipe como o Slack.

E embora seja verdade que o número de mensagens SMS tenha atingido o ápice em 2011, quando 2,3 trilhões de mensagens foram enviadas nos Estados Unidos, a atividade de SMS hoje ainda supera todo o resto.

O equívoco sobre a substituição por ferramentas de colaboração em equipe é desnudado pelos números. Todo mundo com um celular, é claro, tem acesso ao SMS. Enquanto isso, as ferramentas de colaboração de equipe estão presas a determinadas situações de uso.

O Slack, líder em participação de mercado, tem apenas 3 milhões de usuários ativos. Cerca de 6 bilhões de pessoas têm acesso a SMS. Isso significa que 99,5% das pessoas que têm SMS não são usuários pagos do Slack.

Lembra do HipChat e do Stride? A Slack anunciou esta semana uma parceria com a Atlassian, segundo a qual as bases de usuários HipChat e Stride serão associadas ao Slack. Resistir é inútil. Em troca, o Slack será adaptado para melhor integração com outros produtos da Atlassian, como Jira Server e Cloud, Trello e Bitbucket.

Mas espere! O SMS não foi relegado à obsolescência pela RCS?

É verdade que o Google se tornou mais agressivo ultimamente promovendo o Rich Communication Services (RCS) - com a marca “Chat” - como um substituto para o SMS. As mensagens enviadas via RCS usando o aplicativo Android Message, por exemplo, são chamadas de "mensagens de chat". O serviço de chat é fornecido por operadoras que usam os padrões RCS, mas funciona muito como os serviços de aplicativos de mensagens para download. Por exemplo, você pode enviar mensagens via WiFi.

A maioria das pessoas obterá a funcionalidade de bate-papo de suas operadoras nos próximos anos. No entanto, o SMS ainda é um meio extremamente poderoso para os negócios.

Uma maneira de o uso de SMS ter sido ampliado e flexibilizado é que ele não é mais exclusividade dos smartphones.

Uma extensão do Chrome chamada  Send Your Email to SMS, da  CloudHQ, permite enviar e receber mensagens SMS no Gmail. Depois de instalar a extensão e fazer uma configuração simples, você pode escolher alguém dos seus Contatos do Google e enviar a essa pessoa um "e-mail" que chega ao telefone do contato como um SMS.

(Se você está na AT & T, você pode seguir uma configuração adicional para fazer o SMS parecer vir do seu telefone, e se você tiver um iPhone, tudo parece funcionar dentro do app de Mensagens.)

Esta é uma maneira de usar o SMS sem usar o SMS. Você apenas envia e-mails e eles aparecem como SMS para as pessoas que preferem receber mensagens em seus telefones.

Você também pode dizer à extensão para enviar um e-mail recebido via SMS se for de uma pessoa específica ou se contiver uma palavra ou frase específica no assunto. Ele envia o email inteiro, não apenas um resumo ou link. (Na minha experiência, pode levar alguns minutos para obter o alerta via SMS.)

No mês passado, o Google lançou um serviço chamado Mensagens para a Web , que é uma forma de os usuários do Android enviarem SMSs a partir de um navegador da web.

As empresas estão usando o SMS para romper o ruído do e-mail e a fadiga de notificações. Por exemplo, uma startup do Vale do Silício chamada The Nudge ajuda os usuários a interromper o vício da tela com dicas úteis sobre eventos e atividades que não envolvem o uso de um telefone ou laptop, todos entregues via SMS.

(O Nudge também tem um aplicativo, mas o principal "produto" é o conteúdo entregue por SMS.) E, sim, é irônico que a leitura do SMS exija uma tela.

O SMS é uma maneira melhor e mais eficaz de romper o ruído. Algo como 82% de todos os usuários de smartphones entrevistados disseram que abrem todos os SMS enviados para eles . As taxas de abertura de email permanecem baixa, em apenas um dígito.

Algumas grandes empresas corporativas estão adicionando novos e poderosos serviços relacionados ao SMS. A Oracle anunciou este mês que está adicionando um agregador de SMS à sua plataforma de marketing Responsys B2C. É chamado de SMS Public Aggregator Network (SPAN).

Correio de voz retornando

E, claro, o correio de voz está obsoleto, certo?

A ideia por trás do correio de voz é que ele é um sistema de fall-back após uma tentativa de ligação falhar. Começou como uma espécie de secretária eletrônica digital.

O principal problema com o correio de voz sempre foi que, embora seja uma maneira fácil de enviar uma mensagem, sempre foi problemático para o destinatário. Você tem que sentar lá e esperar enquanto o interlocutor fala sem parar. Você precisa fazer anotações para capturar as informações. É irritante.

Mas uma nova tecnologia (especialmente a transcrição automática, que ficou muito boa ultimamente) mantém a facilidade de envio, ao mesmo tempo que melhora a facilidade de recebimento.

Muitas pessoas, inclusive eu, usam serviços como o Google Voice, que, entre outras coisas, transcreve mensagens de voz em texto e as envia para o seu e-mail.

(O Google anunciou esta semana uma nova versão do Google Voice para clientes corporativos do G Suite .)

Na verdade, parei de atender meu telefone há muito tempo. A ideia de realmente atender um telefone de um interlocutor desconhecido parece estranha agora.

Um serviço chamado JMP , por exemplo, permite escolher um número de telefone para distribuir para as pessoas em reuniões de negócios. Mas o número nunca toca em um telefone. Ele apenas aceita correio de voz, que é então transcrito e enviado para você via e-mail. Tudo funciona via Jabber .

Recentemente, o Google decidiu usar o correio de voz como um filtro para chamadas suspeitas de spam. A empresa lançou este mês uma versão beta do aplicativo Google Phone, que é o discador de telefone padrão dos telefones do Google, como o Pixel e o Nexus. Quando o novo aplicativo do Google Phone suspeita que uma chamada recebida é um scammer, um spammer ou um operador de telemarketing, ela não toca no telefone. Em vez disso, ele move o chamador diretamente para o correio de voz.

Até o Linkedin adotou o correio de voz esta semana . A empresa anunciou que os membros agora podem enviar mensagens de voz uns aos outros. Os recados de voz, que só podem ser gravados e enviados usando os aplicativos móveis, chegam como e-mail na caixa de entrada do Linkedin nos aplicativos móveis ou online.

SMS

Como eu sei que você receberá a mensagem

A razão pela qual o SMS e o correio de voz ainda não são apenas relevantes, mas ressurgem, é que todos os possuem. Nenhum serviço proprietário jamais corresponderá à universalidade do SMS ou do correio de voz.

Embora as alternativas para SMS e correio de voz recebam toda a atenção da imprensa especializada, a verdade é que essas abordagens antigas de comunicação são universais - todos nós temos acesso a elas.



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui