Recursos/White Papers

Tecnologia

Familiaridade com o Blockchain ainda é baixa, diz Don Tapscott

Na opinião do pesquisador, temos uma grande oportunidade, como país emergente, de fazer bom uso da tecnologia

Por Carla Matsu

Publicada em 02 de fevereiro de 2018 às 12h29

O Blockchain será a responsável pela grande revolução pós-internet, com mudanças tecnológicas que afetarão as relações comerciais, financeiras e a vida das pessoas. Já está mudando o dinheiro, os negócios e o mundo. Um novo sistema a confiança é estabelecido pela colaboração, pela criptografia e por códigos inteligentes,  mais confiáveis do que todos os protocolos de segurança digital já utilizados. A mensagem é de Don Tapscott, escritor e pesquisador canadense, especializado em estratégia corporativa e transformação organizacional, considerado um dos mais importantes pensadores da atualidade e autor do livro Blockchain Revolution.

"Nós temos agora uma internet totalmente nova. Antes a gente tinha a Internet da informação. Agora temos a internet do valor, onde tudo que se torna um ativo. Dinheiro, ações, propriedade intelectual, votos, identidade, tudo que tem valor e pertence a alguém pode ser transacionado através do Blockchain", ressalta Don.

Além da segurança, agilidade e baixo custo de transação, a nova tecnologia tem caráter inclusivo. Segundo Tapscott, o mercado financeiro poderá incluir bilhões de pessoas hoje desassistidas pelos bancos devido aos custos de processamento de pequenos valores. Para empresas e governos, a contabilidade aberta e pública do Blockchain representa maior confiabilidade em seus registros e, consequentemente, melhora a relação com seus investidores, clientes e cidadãos. Especialmente em países emergentes.

 “O custo das transações vai cair tão rápido que as corporações vão ser cada vez mais decentralizadas e transparentes”, afirma ele.

Nessa quinta-feira (01/02), ele foi o ponto alto da programação da Campus Party, que acontece em São Paulo. Para uma plateia cheia, Don falou sobre como a tecnologia que dá base às transações de bitcoin se tornou hoje em uma grande oportunidade para empreendedores e startups e uma ameaça para fraudes e corrupção. "Não é uma boa hora para ser um político corrupto", diz ele.

Antes de sua palestra, Don Tapscott conversou com um grupo de jornalistas. Abaixo, separamos os principais trechos dessa conversa. 

O senhor, certa vez, falou que o Blockchain seria superior a outras tecnologias emergentes, como inteligência artificial. O que faz do Blockchain tão revolucionário?
Don Tapscott - Todas essas tecnologias da quarta revolução industrial, Inteligência Artificial, Machine Learning, Internet das Coisas, robótica, drones, as tecnologias em nossos corpos e assim por diante, só vão participar da economia se tiver uma plataforma que as assegure e é isso que o Blockchain representa. Eu nao diria que é mais importante, apesar de provavelmente ser. Mas é mais importante do ponto de vista econômico. Nós temos agora uma internet totalmente nova. Antes a gente tinha a Internet da informação. Agora temos a internet do valor, onde tudo que se torna um ativo, pode ser transacionado, gerenciado e comunicado de uma forma segura. E isso é algo extraordinário. A confiança aqui não é atingida por uma pessoa no meio, é atingida por criptografia e colaboração e por colaboração código, é por isso que nós o chamamos do protocolo de segurança, onde a confiança é nativa ao meio e isso é realmente algo importante.

E o que faz do Blockchain algo tão seguro?
DT - É mais difícil de hackear do que um sistema central. Se eu te enviar bitcoins, como exemplo. Ele é transmitido para milhões de computadores e cada um desses computadores está usando um alto nível de criptografia e quando esse bloco é capturado, ele é selado e linkado ao bloco anterior e só é válido se for referenciado ao bloco anterior, e assim por diante. Então para hackear o bitcoin eu teria que hackear não apenas um bloco, mas todo a história do bitcoin. Não apenas um computador usando o mais alto nível de criptografia, que é algo difícil de fazer, mas milhões de computadores ao redor do mundo simultaneamente. Isso é difícil. Eu gosto de pensar que é algo altamente processado como um chicken mcnugget. Você não consegue pegar um e transformá-lo de volta em uma galinha. Algum dia alguém vai conseguir fazer isso, mas por enquanto isso é bem difícil.

DonTapscott-CP1

E como mercados emergentes podem se beneficiar do Blockchain?
DT - Perguntei a essa audiência de executivos hoje sobre o nível de familiaridade com o Blockchain e eu diria que ela é baixa, em relação a países como Canadá, EUA, Suíça, Japão e Coreia. Então, nós temos uma grande oportunidade aqui de criar soluções para uso pela população, porque isso pode ser algo grande para mercados emergentes. 

Há milhões de pessoas que não têm contas bancárias e não é porque elas não possuem muito dinheiro, muitas não têm identidade, e isso é estranho porque elas têm um supercomputador no bolso delas, então nós damos identidade instantaneamente para elas usando o Blockchain. O Blockchain vai fazer com que os custos de transação caiam na economia, os custos de busca, os custos de estabelecer confiança, custos de contratos. Agora nós temos contratos inteligentes, que se auto executam, isso significa que pequenas empresas terão a habilidade de grandes empresas, elas terão acesso a todos os tipos de informação e pessoas e ativos que não teriam antes. 

Há alguma tecnologia que pode ameaçar o Blockchain?
DT - A única tecnologia que dizem poder ser uma ameaça é a computação quântica. E é verdade, se você tiver um computador quântico robusto e se você colocar bitcoin nele, seria algo interessante de ver o que aconteceria. No Blockchain Research Institute nós estamos fazendo duas pesquisas nessa área de computação quântica para Blockchain. Então, a tecnologia é desigual, mas combinada elas tendem a se dar bem, e todas tecnologias tendem a ser mais poderosas com o tempo e não está acontecendo de uma forma linear e sim exponencial.

O Blockchain poderá ajudar democracias a lidarem com a corrupção?
DT - Deixe-me falar uma coisa aqui aos políticos: vocês não vão querer colocar nada como o blockchain no seu governo, porque isso vai expor vocês. O blockchain é uma plataforma que permite uma grande transparência e a luz do sol é um grande desinfetante para a corrupção, e se você quiser ficar nu, você terá que se fortalecer. Então, estou realmente animado pelas oportunidades que o blockchain trará para lutar contra a corrupção. Não é uma boa hora para ser um político corrupto com essas tecnologia e também com a atitude pública, as pessoas estão cheias disso. Elas querem um governo do povo para o povo. Elas querem que seus políticos ajam com integridade. 

 


Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui