Recursos/White Papers

Tecnologia

Internet das Coisas e Big Data, tudo a ver

As duas tecnologia andarão de maõs dadas em muitas aplicações de IoT

Jhone Estefano dos Santos *

Publicada em 04 de outubro de 2017 às 12h52

O termo Internet das Coisas tem sido amplamente utilizado como referência à conexão global de “objetos inteligentes” por meio da estrutura de rede da Internet. O conceito também se refere às diversas tecnologias que tornam estas conexões e as aplicações que as utilizam possíveis.
 
Mas afinal, qual o objetivo da Internet das Coisas?
 
Em poucas palavras, permitir a comunicação direta entre diversos equipamentos, bem como entre estes e seus usuários, através de sensores e conexões.
 
Esta comunicação permite, entre outras facilidades, o registro contínuo de dados sobre o estado destes objetos durante o seu uso.
 
Para um objeto ser considerado como inteligente é necessário que atenda aos seguintes requisitos:
  • - Ser identificável, ou seja, deve ter um nome e um endereço na internet;
  • - Ter a capacidade de se comunicar (enviar e receber informações a outros dispositivos);
  • - Interação  ao responder de alguma forma as informações recebidas;
  • - Ter alguma capacidade básica de processamento;
  • - Possuir algum sensor de fenômenos físicos, como velocidade, luz, calor, eletromagnetismo, radiação, etc.

IoT

O que diferencia um objeto inteligente da Internet das Coisas de um dispositivo qualquer conectado à Internet é a capacidade de geração de dados por meio de seus sensores ou da resposta a dados recebidos, ou seja, nem todo equipamento de comunicação é um objeto inteligente. Apenas aqueles que são capazes de interagir fisicamente com a rede.
 
Os objetos inteligentes da iInternet das Coisas geram muitos dados detalhados de forma contínua no ambiente em que se encontram e a tecnologia Big Data permite que este volume de dados seja armazenado, combinado com outras fontes de dados e pesquisado com bom desempenho.
 
Por fim, vale destacar que a Ciência de Dados aplica uma série de ferramentas para transformar estes dados em conhecimentos de utilidade prática.
 
 
 
(*) Jhone Estefano dos Santos é analista de suporte da MC1 Win The Market 


Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui