Recursos/White Papers

#Brandpost | Saiba mais Patrocinado por

Com participação de Don Tapscott, Gartner Symposium discute o cenário de blockchain

Serão três sessões exclusivas sobre o tema, uma delas ministrada pelo autor do best-seller “Blockchain Revolution”. Evento acontece de 23 a 26 de outubro, em São Paulo

Por IDG Custom Projects - Para Gartner

Publicada em 02 de outubro de 2017 às 11h33

GartnerSymposium-2017

Tida como uma das tendências tecnológicas mais quentes dos últimos tempos, ao lado da inteligência artificial, o blockchain - cada vez mais presente na agenda de inovação das empresas envolvidas com a digitalização dos negócios - promete chacoalhar o mundo em curto, médio e longo prazos.

E não se trata apenas das criptomoedas, como o Bitcoin e o Ethereum, hoje a face mais visível - e a única testada em larga escala - da utilização dessa tecnologia disruptiva. Que, a exemplo de um livro contábil, registra diferentes tipos de transações entre pessoas.  De qualquer lugar do mundo.

Porém, com o blockchain, isso tudo é feito de forma descentralizada e distribuída, a partir de uma gama de computadores em rede, sem a necessidade do envolvimento de uma terceira parte ou entidade reguladora no processo. Cada informação pode ser rastreada digitalmente, por qualquer integrante do circuito, desde a sua origem - em um sistema regido pelo consenso, transparência e confiança mútua entre os usuários.

Pense na possibilidade de vender seu imóvel sem precisar passar pelo cartório - a primeira entre 133 ocupações, a propósito, cujos membros declararam renda mais alta à Receita Federal em 2016, segundo levantamento realizado do economista José Roberto Afonso, da Fundação Getúlio Vargas e do Instituto de Direito Público, publicado pela revista Exame. Assim como os cartorários, outros segmentos têm motivos de sobra para se preocupar. 

É o caso dos aplicativos de transporte como o Uber, que sozinho ultrapassa a Ford e a GM em valor de mercado. Além de você não precisar mais ir ao cartório, a tendência é que também você não precise mais pagar a intermediários para se locomover, a exemplo do Arcade City - app lançado em 2016 nos Estados Unidos, que já soma mais de 43 mil usuários.

"Enquanto o uso mais frequente (dessa tecnologia) se encontra na indústria de serviços financeiros, existem muitos possíveis aplicativos incluindo a distribuição de músicas, verificação de identidade, registro de títulos e cadeia de fornecimento", reforçou o Gartner em seu relatório sobre as tendências tecnológicas para 2017, como mostram os exemplos citados no parágrafo anterior.

Contudo, "a geração atual de plataformas com tecnologia tem limitações significativas em múltiplas áreas, que resultarão na falha em alcançar os requerimentos estabelecidos na visão de longo prazo", pondera Ray Valdes, vice-presidente e fellow da entidade - que debaterá o tema em detalhes no Symposium/ITxpo 2017, cuja edição brasileira acontece de 23 a 26 de outubro, em São Paulo.

A revolução Blockchain

O evento contempla três sessões voltadas ao tema, todas no primeiro dia. Uma delas, como convidado especial, será conduzida por Don Tapscott, curador do Fórum Econômico Mundial, criador do Blockchain Research Institute e autor de best-sellers como “Wikinomics”, “The Digital Economy” e, mais recentemente, “Blockchain Revolution” - publicado no Brasil pela editora Senai-SP.

Segundo Tapscott, trata-se da tecnologia - que até 2020 deve movimentar 10 bilhões de dólares, chamada por ele de "Internet de valor" - responsável pelo maior impacto já visto sobre a economia global: "Uma nova plataforma distribuída que pode nos ajudar a reformular o mundo dos negócios e transformar a antiga ordem dos assuntos humanos para melhor".

Essa "segunda era da Internet", além da transformação nos serviços financeiro e de setores governamentais, deve trazer implicações profundas à competitividade, arquitetura e estratégia de negócios e liderança, prevê o pesquisador.

"Na década de 1990, os gerentes mais inteligentes trabalharam duro para entender a internet e como ela afetaria seus negócios. Hoje, a tecnologia de blockchain [cujo conceito surgiu em 2008] está inaugurando a segunda geração da rede mundial, e se as empresas não quiserem ficar para trás, terão de fugir do dilema do inovador e romper com aquilo que está estabelecido."

Além do conteúdo relacionado a blockchain, os participantes do evento poderão assistir a sessões sobre computação em nuvem, inteligência artificial, Internet das Coisas, segurança e risco, otimização de custos, entre outros temas -  divididos em três vertentes: tecnologia e informação, liderança e estratégias de negócio (clique aqui para conferir a programação geral).

Keynotes

Para esta edição do Symposium/ITxpo 2017, o Gartner traz ainda outros nomes de peso, do mercado e da academia, como: Rony Meisler, CEO do Grupo Reserva; Gus Baltontin, ex-CTO da Lonely Planet; e Leandro Karnal, filósofo, doutor em história social e professor da Universidade Estadual de Campinas.

 

Anote em sua agenda

Gartner Symposium/ITxpo

Quando: 23 a 26 de outubro (segunda à quinta-feira)

Onde: Sheraton São Paulo WTC Hotel – Av. das Nações Unidas, nº 12.559

Inscrições: clique aqui

Desconto especial: leitores do IDG Brasil possuem R$650,00 de desconto no preço padrão da inscrição. Basta usar o código BRSIDG



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui