Recursos/White Papers

Tecnologia

Seis plataformas populares para construção de chatbots

Quem disse que você precisa ter profundos conhecimentos de programação para fazer uso da tecnologia?

Charlotte Jee, TechWorld

Publicada em 03 de dezembro de 2016 às 17h27

Exemplos recentes como o Jarvis - plataforma criada por Zuckerberg e que permite ao usuário definir lembretes diretamente pelo Facebook Messenger - ou até mesmo a experiência da inteligência artificial criada pela Microsoft - denominada Tay -, demonstram que 2016 está se tornando o ano dos chatbots.

O uso da inteligência artificial e a capacidade de conversar em linguagem natural pode fazer com que os chatbots nos deem a impressão de estarmos experimentando o futuro agora.

No entanto, você não tem que ser um gigante do Vale do Silício com desenvolvedores intermináveis ​​a mão para construir um serviço que faça uso dos chatbots. Na verdade, você poderia fazê-lo a partir de sua própria casa e você nem precisa necessariamente de complexas habilidades de programação.

Aqui estão seis plataformas populares para usar se você quiser construir seu próprio chatbot.

1 - Microsoft Bot Plataform
Em março, a Microsoft anunciou a integração de capacidades do chatbot para o Skype (e outros produtos na sequência) e lançou o Bot Builder for Node.js, que evoluiu para um framework que fornece tudo o que é necessário para construir, conectar, gerenciar e publicar bots. Além disso, permite a comunicação com diversos canais (Skype, Slack, Facebook Messenger, Web Chat, entre outros), através de um serviço chamado Bot Connector. É composta por três componentes: Bot Builder SDK, Developer Portal e Bot Directory.

botmicrosoft

No mês passado, a empresa anunciou o Azure Bot Service, primeiro serviço de bot na nuvem pública suprido pelo Microsoft Bot Framework e a computação sem servidores no Microsoft Azure. O objetivo é facilitar ainda mais a construção, conexão, entrega e gerenciamento de bots inteligentes capazes de interagir naturalmente onde quer que seus usuários estejam falando – de seu app ou site a texto/SMS, Slack, Facebook Messenger, Skype, Teams, Kik, e-mail do Office 365 e outros serviços populares.

2 - ChatScript
Lançado em 2011, o ChatScript é um "motor de chatbot" que ganhou o Prêmio Loebner (o evento mais popular em todo o mundo no campo da inteligência artificial) por quatro vezes. Ele fornece uma estrutura de código aberto para desenvolvedores para criar e implantar chatbots.

O Prêmio Loebner, criado em 1990 pelo inventor, filantropo e ativista Hugh Loebner, procura responder à questão colocada pelo cientista da computação Alan Turing – um computador pode pensar? Soluções criadas com o ChatScript sempre se saíram bem. 

chatscript

3 - Pandorabots
Pandorabots é um serviço online que permite aos desenvolvedores construir, hospedar e implantar chatbots. Tem 225 mil desenvolvedores registrados e suas ferramentas já ajudaram a construir cerca de 300 mil chatbots. O Pandorabots usa a Linguagem AIML [Artificial Intelligence Markup Language], que é o padrão aberto para escrever chatbots. As ferramentas oferecidas incluem o AIaaS (Artificial Intelligence as a Service), que fornece APIs da sua plataforma de hospedagem de bot e o Pandorabots Playground, um ambiente de desenvolvimento livre e integrado para a construção de chatbots.

Pandorabots

4 - Facebook Bots for Messenger
E, abril, na sua conferência de desenvolvedores, a F8, o Facebook lançou o "Bots for Messenger", uma ferramenta que permite aos desenvolvedores e empresas construir chatbots para oa Messenger (que é usado por um bilhão de pessoas em todo o mjundo, 111 milhões só  no Brasil). Desenvolvedores construem seus bots, os enviam para análise da equipe do Facebook que, em seguida, decide se entra no Messenger. As três principais capacidades são a API de envio/recepção, os modelos genéricos de mensagens e a capacidade de personalizar a tela de boas-vindas que os usuários vêem quando interagem com o seu bot.

O chatbot das Casas Bahia para a Black Friday é um exemplo de como a inovação está sendo explorada. Ao iniciar um diálogo com o "Baianinho" no Messenger, o brand persona da marca falava sobre a Black Friday e permitia que o cliente selecionasse categorias de produtos desejadas para receber as ofertas ao longo da sexta-feira de descontos.

Facebook

5 - Rebot.me
Rebot.me é um serviço online simples de usar que permite criar, ensinar, testar e, em seguida, implantar chatbots em seu site. Uma das principais vantagens é que você não precisa de habilidades de programação para poder usá-lo. Ele funciona, permitindo que você configure, e em seguida personalize o seu chatbot, ensinando-o a responder a determinadas perguntas. Quanto mais você fala com ele, mais ele aprende. A Rebot.me diz que seus chatbots podem ajudar os visitantes do seu site a se familiarizarem com seus produtos ou serviços mais rapidamente, entre outros usos.

Rebotme

6 - Imperson
A Imperson oferece um gerador de chatbot para criar, implementar e gerenciar chatbots via Facebook Messenger, Skype, Kik, Slack, Twitter, Amazon Echo e SMS.

Especialista em bots de personagens, a Imperson lançou com sucesso chatbots da Miss Piggy e do Doc Brown para o Facebook Messenger.

Segundo Erez Baum, co-fundador e CEO da Imperson, a experiência atual do bot ainda é muito primitiva, menudriven, não permitindo que as marcas diferenciem suas vozes umas das outras. "A liberação de nossa nova plataforma permitirá às pessoas criativas desenvolverem experiências de bot mais ricas e profundas que podem conversar com os consumidores para desenvolver um relacionamento mais envolvente.

Imperson



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui