Recursos/White Papers

Tecnologia

Nova abordagem deve impulsionar computação quântica

Pesquisadores do Google combinaram dois modelos e, dessa forma, conseguiram mais escala para sistemas quânticos

Da Redação, com IDG News Service

Publicada em 10 de junho de 2016 às 07h39

Muitas abordagens são testadas na corrida para desenvolver um computador quântico. O Google declarou que está combinando técnicas distintas e, dessa forma, obteve resultados promissores.

Em um artigo publica essa semana no jornal Nature, um time de pesquisadores da gigante de buscas, em parceria com diversas instituições acadêmicas, descreveu um método que chamou de "quantum annealing with a digital twist" (algo que, no português, poderia ser traduzido como “reconhecimento quântico com uma virada digital”).

Essencialmente, a ideia foi combinar a abordagem de “quantum annealing” com a estrutura de “gates” (portões) quânticos e, dessa maneira, aproveitar o melhor dos dois modelos.

Capacidades da computação quântica são perseguidas pelos gigantes da indústria, que apostam na possível revolução trazida pelo modelo computacional estruturados em qubits (onde um bit pode ser tanto 0 quanto 1).

É possível ver um vídeo que dá uma ideia da descoberta recente do Google.



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui