Recursos/White Papers

Opinião

Agile e DevOps: uma união que ainda gera muita discussão

Como fazer o Agile e o DevOps colaborarem entre si, em sintonia, para atingir as metas impostas pela era digital

Mauricio Andreazza *

Publicada em 10 de agosto de 2018 às 15h35

Já tem algum tempo que Agile e DevOps caminham lado a lado. Combinar ambas tornou-se preceito básico para qualquer área de TI, já que dessa forma é possível obter melhores resultados de negócios. No entanto, essa união ainda gera muita discussão. Alguns profissionais acreditam que o DevOps é uma “subclasse” do desenvolvimento Agile, enquanto outros determinam o DevOps como o “gol de placa” do Agile.

Para entender melhor os dois conceitos, é interessante ressaltar que todos os esforços do DevOps em uma organização são voltados para permitir a “entrega de valor” aos clientes e negócios o mais rápido possível. Já no Agile, a prioridade é satisfazer o público-alvo por meio de entregas adiantadas e contínuas de software de valor.

Nos últimos anos, grandes nomes do mercado de software perceberam a necessidade de se criar o movimento Ágil. Isso ocorreu porque esses especialistas estavam cansados da forma como os produtos eram criados e entregues. Dessa necessidade surgiu também o Manifesto Ágil, com princípios e valores que buscam melhores maneiras de desenvolver software com foco em clientes, pessoas, qualidade e colaboração.

Para os dias atuais, “entrega de valor” é termo mandatório em projetos disruptivos. Nesse sentido, entende-se que quando o cliente utiliza um software com todas as funcionalidades priorizadas por ele, antecipando o retorno sobre investimento (ROI), essa entrega foi bem-sucedida.

No passado, as áreas de Agile e DevOps (de desenvolvimento e operação) executavam suas atividades de maneira independente, ou seja, cada uma era responsável por suas competências. Porém, com esse modelo, falhas e atrasos nas entregas, resultado de sistemas fora do ar por longos períodos, se tornaram recorrentes. O cenário se transformou com o surgimento dos métodos ágeis, que obtinham dos clientes feedbacks constantes e por etapas, possibilitando, assim, correções rápidas conforme novas demandas e exigências.

Esses processos também podem ser acelerados com a ajuda do PO (Product Owner), integrante de um time que utiliza Scrum – ou técnica similar – para definir e priorizar o backlog de um produto ou projeto. É esse profissional que mantém a qualidade final das entregas e a integridade conceitual de novas funcionalidades, bugs ou melhorias.

O DevOps surge no momento em que está ocorrendo a aceleração do processo. As boas práticas, automação e colaboração entre as áreas acontecem permitindo o gerenciamento da infraestrutura de forma mais ágil. Quando o Agile e o DevOps andam juntos, as equipes melhoram o fluxo de desenvolvimento e implantação por trocarem informações sobre o projeto. Dessa forma, é possível reduzir o tempo de espera, grande vilão e maior responsável por desperdício no projeto.

devops8

Melhores resultados
Segundo pesquisa da Forrester realizada com 230 empresas, mais de 40% das companhias pesquisadas estão executando programas de Agile combinado com DevOps. Desse total, 83% obtiveram mais eficiência na entrega em comparação com 75% que optaram apenas por uma das metodologias. Os dados evidenciam também que 88% conseguiram fazer lançamentos mais frequentes e alcançaram retorno comercial mais rápido.

No caso de companhias que aplicam as duas metodologias de forma combinada, 64% afirmam que aprimoraram a qualidade técnica. Em um cenário no qual a empresa opta por utilizar apenas um dos métodos, apenas 29% dos entrevistados dizem melhorar a qualidade técnica. Mesmo diante desses dados, o uso em escala do Agile ainda é baixo. Aproximadamente 30% das empresas continuam aplicando a metodologia a projetos de pequena escala.

O DevOps é muito mais que criar papéis na empresa. Exige mudança de cultura e de mentalidade e esse é o principal desafio apontado pelas companhias. De acordo com o levantamento da Forrester, 51% dos entrevistados citam a mudança de comportamento como principal impedimento para a transformação organizacional.

Para alcançar êxito ao utilizar as duas metodologias o primeiro passo é automatizar processos que, por anos, foram manuais e lentos. Somente assim o Agile e o DevOps colaboram entre si em sintonia e atingindo as metas impostas pela era digital. O que se espera é entregar valor ao cliente de forma antecipada. Sem dúvida, as empresas que usarem Agile com DevOps estarão mais preparadas para a inovação e a Transformação Digital de seus negócios.


(*) Mauricio Andreazza é Agile Coach da Resource IT



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui