Recursos/White Papers

Opinião

Prepare seu aplicativo móvel para crescer e escalar junto com seu negócio

Conseguir subir a avaliação de usuários para quatro estrelas, por exemplo, pode resultar em até 540% mais conversões

Bill Coutinho *

Publicada em 13 de abril de 2018 às 08h01

Lançar um aplicativo para dispositivos móveis é uma iniciativa capaz de gerar enormes resultados, mas que também envolve desafios para o negócio.

Isso porque, segundo um estudo conduzido pela empresa especializada em marketing automatizado Kahuna, 80% dos aplicativos não chegam de fato aos dispositivos dos usuários.

A presença de uma empresa nessa estatística pode depender de fatores como a qualidade do app e a avaliação de seus usuários na app store. “A nota é um fator de decisão importante para o usuário instalar ou não o aplicativo”, afirma o diretor de negócios da Dextra, Luis Dosso.

Para se ter uma ideia, de acordo com a pesquisa somente 13% dos usuários consideram instalar aplicativos avaliados com apenas uma estrela na loja online, sendo que esse tipo de feedback normalmente é atribuído a aplicativos que não tem a performance que os usuários esperam, gerando reclamações.

Uma das razões para isso acontecer, segundo Luis Dosso, é que muitas companhias acabam lançando seus primeiros aplicativos às pressas para tirar proveito do mercado mobile sem levar em consideração aspectos como design, usabilidade e segurança. “A empresa às vezes vê que precisa de um aplicativo, mas não tem experiência nesse mercado para conseguir alcançar bons resultados”, diz o executivo.

A boa notícia é que não é necessário desistir do mercado mobile e nem retirar o app do ar caso ele esteja mal avaliado nas lojas digitais. Pequenos ajustes e melhorias são capazes de trazer resultados significativos para seu negócio e trazer boas notas nas app stores. Tratamos esse processo como uma ‘revitalização’.

Conseguir subir a avaliação de usuários de duas para três estrelas, por exemplo, pode resultar em até 280% mais conversões de usuários, enquanto conseguir quatro estrelas converte até 540%, de acordo com o levantamento da Kahuna.

‘Revitalizando’ um app: as etapas técnicas
Atingir essas marcas em conversão é possível para qualquer tipo de empresa, desde que ela esteja sempre atenta ao feedback de seus usuários e busque melhorias constantes.

Normalmente, trabalhamos com duas perspectivas. Uma é a Experiência do Usuário, o design, como o aplicativo se comporta para o usuário, e outra é a engenharia: se a app consegue escalar, atender à demanda de usuários crescentes, é seguro e coisas do tipo.

Recentemente, a Nextel implementou melhorias em um de seus aplicativos com a ajuda da desenvolvedora e conseguiu subir sua nota de 2,3 para 4,3 estrelas. Segundo o desenvolvedor master Raoni Normanton, mais de 30 especialistas das áreas de Experiência do Usuário (UX), Interface de Usuário (UI), desenvolvedores e analistas de qualidade (QAs) chegaram a trabalhar nas melhorias desse aplicativo.

Ao longo desse processo, o software passou por diversas etapas técnicas como pesquisa de usuário, concepção de funcionalidades, prototipagem, testes de usabilidade e acompanhamento de métricas. “As funções foram refeitas (UI e UX). Além disso, todos os serviços que suportam o aplicativo nos servidores foram refeitos”, afirma o desenvolvedor.

Todas essas fases trouxeram uma série de resultados positivos para a Nextel, e a nota dada pelos usuários ficou cada vez maior.

UX

Trabalhando em melhorias constantes
Mais do que um projeto com começo, meio e fim, essa abordagem de melhorias em aplicativos deve ser feita constantemente. Um dos segredos é não tratar a revitalização como um projeto novo, e sim como uma etapa incremental.

Os resultados dessa revitalização podem aparecer logo nos seis primeiros meses de trabalho.



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui