Recursos/White Papers

Opinião

Como o Inbound Marketing pode ajudar sua empresa a crescer

Pesquisar e compreender suas métricas é uma importante etapa no caminho para o sucesso

André Siqueira *

Publicada em 11 de março de 2017 às 08h10

Foi-se o tempo em que outdoors, flyers e telemarketing eram as táticas mais efetivas para negócios. O mundo mudou. As pessoas estão conectadas o tempo todo. Surgiram os cidadãos digitais.

Hoje em dia é difícil imaginar a vida sem acesso ao email, aos mecanismos de buscas, aos downloads de materiais, à comunicação via dispositivos móveis, às redes sociais, entre outras diversas funcionalidades que a internet apresenta. Não é à toa que o consumidor também se transformou. Ele cansou-se do marketing tradicional, da publicidade explícita, dos anúncios saltando nos navegadores em pop-ups invasivos. Pensando nisso, muitas empresas começaram a utilizar Inbound Marketing para se diferenciar e gerar mais resultados.

Diferente do marketing tradicional, no Inbound a empresa deve estabelecer um relacionamento com o consumidor, estreitar os laços entre marca e usuário e, por fim, realizar uma oferta. O processo não é tão simples quanto parece e exige uma série de ações que vão desde o momento em que seu site é encontrado no Google, passa pela inscrição em uma newsletter e culmina no fechamento de um negócio – e, depois dele, na manutenção da lealdade. Este artigo tem o objetivo de mostrar como o Inbound Marketing tem muito a oferecer ao seu negócio, sendo um ponto fundamental em suas estratégias digitais para o crescimento da sua organização. Confira os principais motivos para implementá-lo:

1. Melhora o posicionamento de sua empresa no mercado

Bill Gates uma vez disse que “se a sua empresa não está online, ela não existe”. Você pode até achar que essa é uma afirmativa exagerada. Uma companhia pode não possuir um website ou uma fanpage, por exemplo, mas a grande questão é: se ela não pode ser encontrada, que diferença faz? Um negócio só existe quando se torna rentável e não há lucro sem visibilidade.

As listas telefônicas e anúncios em jornais ficaram antiquados. Hoje, 93% das compras realizadas na internet começam com uma pesquisa em mecanismos de busca. Isso prova o quão importante é para uma empresa estar presente no Google.

Um dos pilares do Inbound Marketing  é o Marketing de Conteúdo, que nada mais é do que criar conteúdo de valor e que traga benefícios aos potenciais consumidores. Por meio desse conteúdo, sua empresa é encontrada com mais facilidade na internet, seja por meio de pesquisas no Google, pelas redes sociais ou outras referências.

2. Permite relacionamento mais próximo com o seu público

O Marketing de Conteúdo não apenas tem a função de resolver os problemas da sua persona, mas também estabelecer um vínculo entre o potencial comprador e a empresa. Lembre-se: o que sua organização faz pelo consumidor importa – e muito! – na decisão de compra. Quando você presta serviços para sua audiência, certamente está criando um relacionamento, firmando-se como autoridade e fazendo com que o usuário confie naquilo que você produz. Isso significa que ele estará muito mais inclinado a fechar um negócio com sua empresa.

3. Auxilia na identificação do seu público

As etapas do funil de vendas do Inbound Marketing funcionam como um filtro para identificar seu público. Imagine que a internet seja um extenso oceano e os consumidores sejam os milhões de peixinhos espalhados pelos mares. Quando você publica um artigo relevante para sua audiência, somente os usuários interessados irão se aproximar da sua rede. Afinal, você estará respondendo às perguntas das suas personas. Aqueles que querem se aprofundar no tema vão para a próxima etapa do funil, seja assinando a sua newsletter ou convertendo em uma Landing Page. Isso dá iníco a um diálogo entre empresa e consumidor. É quando o peixe morde a isca.

A partir desse momento, ele se tornou um Lead e deverá ser nutrido com informações valiosas por meio de canais de relacionamento, como o Email Marketing. Observe que o filtro deixa de ser por "interesse" e passa a ser feito através do "comportamento". Ao analisar as métricas, é possível assumir que usuários com maior engajamento possuem maiores chances de fazer uma compra. Esse é o instante perfeito para realizar uma oferta!

inboundmarketing

4. Cria um novo canal de vendas

Se você quer acertar o alvo, não adianta sair atirando para todos os lados. É necessário precisão. E é exatamente isso que oferece o Inbound Marketing. Com a sua utilização, um novo canal de vendas é criado. A produção recorrente de conteúdo relevante implica na aquisição de novos Leads de maneira contínua. A automação simplifica os processos envolvidos enquanto o Lead Scoring permite que você classifique os usuários através do engajamento.

Portanto, aqueles consumidores que se localizam no fundo do funil estão aptos a receberem uma oferta, e é uma boa ideia acionar seu time de vendas para entrar em contato diretamente. Isso fará com que você invista nos prospects corretos, aumentando a produtividade dos vendedores e evitando incômodos a consumidores que provavelmente não têm tanto interesse no que você vende.

5. Otimiza investimentos através da mensuração de resultados

Uma das grandes vantagens da internet é que tudo pode ser medido. Quando uma empresa recolhe e analisa os dados com precisão, adquire um grande diferencial competitivo de mercado, uma poderosa arma para se destacar em meio à concorrência. Algumas das mais importantes métricas de Inbound Marketing são ROI (retorno sobre o investimento), visitantes únicos, Leads gerados e taxas de conversão, entre outras métricas de cada uma das etapas do funil de vendas.

Pesquisar e compreender suas métricas é uma importante etapa no caminho para o sucesso de sua campanha de Inbound. Com a devida análise, fica fácil entender as preferências do seu consumidor e se preparar para atendê-lo com cada vez mais eficiência.

 

 

(*) André Siqueira é Diretor de Marketing da Resultados Digitais

 



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui