Recursos/White Papers

Opinião

Saiba como melhorar seu negócio com Digital Workplace

Implementar um projeto de Digital Workplace pode significar uma revolução em termos de produtividade e competitividade

Marilia Rocca *

Publicada em 21 de setembro de 2015 às 07h32

Mais do que uma tendência, o conceito de Digital Workplace já é uma realidade. A expressão surgiu em meados da década de 90 com as primeiras intranets que, a princípio, eram apenas locais de consulta e acesso a conteúdo dentro das empresas.

Desde então, o mundo passou por diversas mudanças, entre elas, a forma de administrar o tempo e de programar múltiplas tarefas no cotidiano. Para entender o processo de aceleração do qual vivemos atualmente, basta pensarmos em quão rápida se faz cada transformação e demanda. Por exemplo, o iPhone surgiu em 2007 e o iPad há apenas cinco anos. Ambos são produtos recentes que modificaram a rotina de milhares de pessoas, oferecendo mobilidade e melhor gerenciamento das atividades.

Assim, com tecnologias mais aprimoradas, foi possível evoluir a rotina também dentro das empresas. A construção das intranets, por exemplo, ao longo do tempo, ganhou novas camadas e funcionalidades, tornando o ambiente mais integrado e flexível, capaz de promover a colaboração entre profissionais.

Porém, para as empresas se tornarem ainda mais produtivas, era necessário se adequar aos novos comportamentos. Além de usar a tecnologia como aliada no dia a dia, via-se a importância de evoluir e se preparar também para receber a geração de nativos digitais, profissionais que usam dispositivos móveis e aplicativos de forma natural em seu dia a dia e se sentem desamparados se forem impedidos de usarem tais ferramentas em ambientes profissionais.

Com essas mudanças, o trabalho passou a ser desenhado não só pelo que se pretende entregar, mas pelo local onde acontece o processo. Ou seja, a linha que separa as atividades profissionais e pessoais ficou tênue.

Nesse sentido, o Digital Workplace surge como um conjunto de tecnologias e práticas que permitem trabalhar de forma colaborativa e acessar todas as aplicações necessárias, seja e-mail ou sistemas de gestão como o ERP, de qualquer lugar (casa, escritório, rua, aeroporto), na hora em que for preciso e a partir de qualquer dispositivo móvel.

Com isso, o Digital Workplace não é um simples benefício tecnológico, é uma questão estratégica de negócio. A tecnologia é parte principal do processo, por ela viabilizar rápido acesso e fácil recuperação de dados e conteúdo, associada a uma gama de espaços colaborativos e de forma contextualizada.

Mais do que um conceito, o Digital Workplace representa uma revolução em termos de produtividade e agilidade, sendo um elemento essencial para qualquer empresa que queira ser competitiva e saber gerenciar suas tarefas no mundo moderno. Por esse motivo, a iniciativa de implementar o conceito de Digital Workplace não deve ser capitaneada pela área de TI isolada, mas por toda a companhia, passando pelo RH, jurídico e, em especial, com a adesão dos gestores de todos os departamentos.

Integração, fácil acesso e mobilidade são elementos essências em propostas de Digital Workplace, mas não são únicos. As empresas que queiram optar por esse novo modelo de trabalho precisam oferecer aos seus colaboradores outras facilidades de acesso como interface única, pela qual o colaborador faça apenas um login para acessar todas as telas e aplicativos que precisar no seu dia a dia, além da gestão fácil de processos, documentos e da comunicação. Por isso, a personalização máxima e uma rede social corporativa ativa também são essenciais. Só assim é possível potencializar buscas proativas de informações e pessoas, promover integração com o ambiente físico e unificar a comunicação. Um “plus” no processo são os recursos de gamificação, pois valorizam e identificam talentos, promovendo engajamento que nenhuma intranet jamais sonhou oferecer.

Com a adoção de um ambiente de trabalho digital é possível integrar diversos públicos e abrir espaços de participação e interação entre colaboradores, podendo trazer também parceiros e clientes para discussões em conjunto.

O Brasil passa por um período de incerteza econômica e as empresas precisam entender que podem se beneficiar de tecnologias já presentes no mercado que podem contribuir para torná-las mais competitivas. E implementar um projeto de Digital Workplace pode significar uma revolução em termos de produtividade e competitividade.

 

(*) Marilia Rocca é Chief Cloud and Platforms Officer da TOTVS



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui