Recursos/White Papers

Notícias

Até 2020, 60% dos CIOs serão substituídos por CDOs, prevê a IDC

Já em 2017, cerca de 80% do tempo do CIO será focado em análise, segurança cibernética e criação de novas fontes de receita através de serviços digitais

Da Redação

Publicada em 31 de outubro de 2014 às 06h59

A IDC divulgou há alguns dias a atualização de suas previsões quanto a agenda dos executivos de TI para os próximos anos. A consultoria observa um movimento de aceleração rumo aos serviços de tecnologia, maior dependência de parceiros estratégicos por parte das empresas, avanços em nuvem e o sourcing global se intensificando a medida que o mundo caminha em direção ao que chama de terceira plataforma. 

Com base na frequência que o tema “análise de dados” foi mencionado durante o webcast de apresentação das tendências, fica claro o quanto os especialistas da companhia vem sendo questionados por clientes quanto a projetos de big data. “A demanda por analytics continua a decolar”, confirmou Joseph Pucciarelli, vice-presidente de pesquisas. 

A IDC faz suas previsões com base em uma metodologia que entrevista 209 CIOs globalmente. O gráfico abaixo mostra as top 10 tendências apontadas por impacto organizacional e o tempo que levarão para se tornarem mainstream. O tamanho da bolha versa sobre a complexidade e custo de adoção:

idc predictions 2015


A seguir, alguns imperativos e observações apontados pela consultoria para o futuro próximo.

- Em 2017, cerca de 80% do tempo do CIO será focado em análise, segurança cibernética e criação de novas fontes de receita através de serviços digitais;

- Em 2016, aproximadamente 65% das estratégias para competir globalmente exigirão recursos em tempo real envolvendo a terceira plataforma de TI como serviço (ITaaS, na sigla em inglês); 

- Nesse mesmo ano, a segurança será uma das três principais prioridades para 70% dos CEOs de empresas globais; 

- Já em 2015, cerca de 60% dos CIOs usarão DevOps como a sua principal ferramenta para enfrentar a velocidade e expansão da mobilidade, nuvem e aplicações de código aberto;

- Em 2016, um total de 80% dos CIOs vão entregar uma nova estrutura arquitetônica com o intuito de permitir acelerar a inovação e melhorar o processo de tomada de decisão de negócios;

- Em 2020, algo como 60% dos CIOs de organizações globais serão substituídos chief data officers (CDO) para habilitar a entrega de produtos de TI e serviços digitais;

- Em 2016, 80% dos CIOs irão acelerar a migração rumo a terceira plataforma para combater a obsolescência prematura de ativos de TI atuais;

- Em 2018, apenas 30% dos CIOs das organizações globais vão ter entregue uma estratégia de dados e analytics que permeie a empresa em todos seus negócios e regiões; 

- Em 2017, aproximadamente 35% dos relacionamentos de sourcing em torno de tecnologias que compõem a terceira plataforma irão falhar, fazendo os CIOs buscarem novos modelos de relacionamento com fornecedores; 

- Em 2018, metade dos CIOs irá abandonar o modelo tradicional de controle da tecnologia em favor de uma estrutura baseada em padrões abertos.



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui