Recursos/White Papers

Gestão

Salário médio dos desenvolvedores de software é de R$ 6,4 mil mensais

Relatório reúne dados relacionados a nove mil ofertas de emprego e mais de 100 mil candidatos registrados na plataforma da Revelo em 2017

Redação

Publicada em 07 de maio de 2018 às 18h57

Desenvolvedores lideram o ranking de remuneração na área de tecnologia. Em média, esses profissionais recebem R$ 6,4 mil mensais, segundo relatório da Revelo, plataforma que conecta profissionais a empresas inovadoras.

Para apresentar um panorama real da remuneração na área, o levantamento partiu da análise de dados relacionados a nove mil ofertas de emprego e 100 mil candidatos registrados na plataforma em 2017.

As diferenças salariais são verificadas não apenas com base na função do profissional, mas também na cidade onde ele atua. São Paulo, por exemplo, é a cidade que mais valoriza o profissional Desenvolvedor. A média de salário na capital paulista é de R$ 6.721,69, enquanto a última do ranking nessa função, Belo Horizonte, paga cerca de 18% a menos.

Já para cargos em Business Inteligence (BI), a cidade mineira está no topo das que pagam melhor seus profissionais, com média de R$ 7.250,00. O Rio de Janeiro, última colocada nesta carreira, paga cerca de 30% a menos para este profissional específico em se comparada a Belo Horizonte.

Outro contraponto interessante do estudo tem base na média dos profissionais empregados por empresas no Brasil. Na última pesquisa do gênero, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgada em 2017, a remuneração média era de R$ 2.480,36. Considerando apenas profissionais com nível superior de todas as áreas, o valor saltou para R$ 5.349,89. Ou seja, considerando profissionais com ensino superior, a média salarial de Desenvolvedores e outros profissionais de TI está muito mais próxima da média geral.

Salários médios de cada carreira
Conforme destacado, a carreira de Desenvolvedor possui o salário mais alto entre os profissionais de tecnologia do Brasil.

Logo depois, aparece a carreira de Business Intelligence, que recebe R$ 6.241,00, seguida por Design UX/UI, com R$ 5.466,00, e Marketing Online, com média de R$ 4.588,00.

Na comparação com a média salarial de profissionais com Ensino Superior no Brasil, a única função cuja remuneração fica abaixo é a de Marketing Online (R$ 4.588,00). Em todo o país, profissionais assalariados com graduação recebem, em média, R$ 5.349,89, ou seja, cerca de 15% a mais do que os profissionais de Marketing Online.

A média das quatro carreiras mais mencionadas nas ofertas salariais em tecnologia, citadas no gráfico anterior, é de R$ 5.686,75. Na comparação com profissionais de Nível Superior de todas as áreas no País, os talentos da tecnologia levam a melhor por 9,5%.

salario

Análise de média salarial por linguagens de programação e softwares
As linguagens de programação e os softwares utilizados pelos profissionais de tecnologia têm influência na remuneração. Abaixo, vamos descobrir quanto essa especificidade afeta o salário nesse mercado.

Entre os Desenvolvedores, que recebem os maiores salários na área, a média de recebimentos do profissional que utiliza a linguagem Scala é 60% maior do que a do que se atém à linguagem C. Os salários são: Scala (R$ 9,1 mil), Go e Kotlin (R$ 8,1 mil) são as que abrem maior distância para as demais.

No que diz respeito à especialização em Design UX/UI, duas habilidades estão muito acima do restante em valorização salarial: CSS (R$ 7,5 mil) e Product Design (R$ 7,2 mil). Existem três degraus, que equivalem às faixas de R$ 7 mil, de R$ 5 mil a R$ 6 mil e R$4 mil, mas, em linhas gerais, trata-se de uma carreira de remunerações equilibradas no que se refere aos focos de trabalho.



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui