Recursos/White Papers

#Brandpost | Saiba mais Patrocinado por

Em tempos de crise, a chave é afiar a gestão financeira

Tecnologias reduzem custos, ampliam produtividade e fortalecem a estratégia do negócio em momentos críticos ou fora deles

Por IDG Custom Projects - Para TOTVS

Publicada em 04 de agosto de 2017 às 15h02

Gestão Orçamentária

A crise econômica em solo nacional tem deixado as empresas na maior parte das vezes em uma encruzilhada: apertar os cintos e enxugar os negócios, correndo o risco de perder competitividade ou investir em tecnologias, tornando seus processos mais ágeis com a visão de potencializar a rentabilidade. Consultores do setor apostam no segundo caminho como diferencial estratégico.

Ao que tudo indica, as organizações estão amadurecendo nessa direção. É o que comprova a 28ª edição do Estudo Anual do Uso de TI 2017, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), divulgada em abril deste ano.

Coordenada pelo professor titular de TI da FGV Fernando Meirelles, a pesquisa traz um resultado surpreendente: apesar de todas as turbulências políticas e econômicas enfrentadas pelo Brasil, o investimento em TI se manteve em 2016, no mesmo patamar de 7,6%, também registrado nos anos recessivos de 2014 e 2015. De acordo com a FGV, a estimativa para 2017 é que esse resultado persista.

Outra boa notícia é que a FGV reitera que a cada dois anos atesta em seus estudos que para cada 1% a mais de investimento em TI, o lucro das companhias que tomam essa decisão aumenta em 7%. “O investimento em TI é um diferencial em tempos de ruptura”, defende a FGV.

Saindo da caixa

De acordo com Felipe Mello, diretor da TOTVS Consulting, adotar tecnologias no processo de gestão orçamentária possibilita reduzir custos e tempo dedicado à construção de informações transacionais. Além disso, proporciona mais agilidade à geração de informações relevantes para o negócio. Resultado? Rapidez na tomada de decisão e de forma mais assertiva.

Mello destaca que muitas empresas usam apenas o ERP para fazer essa gestão, transferindo os números do sistema para planilhas de Excel. “Isso, além de exigir horas da equipe de TI para extração dos dados, demanda um tratamento manual das informações, gerando riscos de erros e perdas”, alerta.

Para facilitar a modernização da gestão orçamentária nas empresas já existem soluções que, integradas ao software de gestão, possibilitam a visualização dos dados de forma simples e ágil, facilitando a gestão do orçamento e o forecasting. A tecnologia vai atualizar essa gestão e o mais importante: de maneira simples.

A TOTVS Smart Analytics é uma delas, porque sendo uma solução de business analytics, é capaz de consolidar as informações da empresa em dashboards dinâmicos e intuitivos. Isso permite, em um clique, uma gestão de indicadores e resultados muito ágil proporcionando uma tomada de decisão muito mais segura. A ferramenta está disponível 100% na nuvem, o que dispensa gastos com infraestrutura.

Uma estrutura de sistemas efetiva, afirma Mello, faz com que a atividade de planejamento financeiro deixe de ser operacional e passe a ser estratégica. Com gestores dedicando mais tempo a análises e construções de cenários, afirma o executivo, as oportunidades identificadas mensalmente podem ser rapidamente aproveitadas, contribuindo, inclusive, para a redução de custos.

Tempo estratégico

Em um cenário de disruptura, em que a agilidade se tornou um dos maiores trunfos da competitividade para as empresas, o tempo é ainda mais valioso. Processos ortodoxos e morosos devem ser modernizados, liberando os profissionais para atividades mais estratégicas para o negócio.

Outra preocupação que toma tempo dos profissionais, que vai muito além do pagamento aos colaboradores da empresa, é estar em conformidade com portarias e normas regulamentadoras para o recolhimento dos devidos impostos e contribuições. Tecnologias adequadas como as soluções TOTVS RH proporcionam mais produtividade e inovação. O importante é usar os recursos em favor da competitividade do negócio, tornando a gestão mais inteligente. Esse é o diferencial.

Analistas afirmam que, empoderados pela tecnologia, os gestores podem garantir que o orçamento caminhe na direção correta, evitando que áreas ou empresas gastem além do previsto, bem como o acompanhamento on-line dos resultados.



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui