Recursos/White Papers

Gestão

Estimar o custo do projeto é uma arte

Dominá-la pode melhorar a credibilidade do CIO e seu acesso ao CEO

Bob Lewis, InfoWorld/EUA

Publicada em 14 de agosto de 2014 às 07h58

 Os melhores gerentes de projetos são aqueles que, de forma consistente, entregam, dentro do prazo e do custo previstos, projetos que atendem às expectativas.

Bons gerentes de projetos são capazes de antecipar e evitar problemas que poderiam destruir o prazo, o orçamento ou a aceitação dos usuários.

A estimativa de custos  do projeto é um recurso extremamente importante.

Para começar tenha em mente que a uma boa estimativa de custo de um projeto é uma previsão inicial dos gastos com os recursos necessários para executar o projeto. Isso inclui, mas não se limita, à mão-de-obra, materiais, equipamentos, serviços e instalações, além de reservas específicas como provisão para inflação e contingências.

A regra de números corporativos
Além isso, entender a regra dos números corporativos é de vital importância para qualquer um que espera ter uma carreira em gestão e gerenciamento de projetos. 

Usar a regra de números corporativos significa que você só deve informar um custo e um prazo se puder atender ou superá-los.

Para fazer isso ao estimar os custos de projetos, você tem que estar em uma posição confortável para planejar o trabalho - você deve ser capaz de quebrar o trabalho em tarefas que não demorem mais de uma semana, e traçar um esboço de três ou quatro níveis de profundidade (a estrutura de divisão de trabalho). Uma vez tendo isso, você provavelmente poderá estimar cada tarefa com um grau razoável de precisão.

Lidar com contingências
Devo dizer que, se você se preocupou em seguir a regra dos números corporativos, a sua estimativa seria razoavelmente precisa, exceto por um detalhe crítico: a contingência. Projetos sem surpresas são extremamente raros. Algo sempre acontece para jogar fora o cronograma original. Uma boa maneira de lidar com isso é adicionar 15% na estimativa de custos por contingência. Essa gordura pode ser providencial na hora do gerenciamento do orçamento do projeto.

Lidar com a complexidade
Só mais uma coisa: alguns projetos são tão complexos que compreendê-los bem o suficiente para estimar o seu custo seria exigir mais tempo e esforço do que você tem para gastar. Então, esteja preparado para gerenciar bem o orçamento do projeto. Um projeto executado sem a gestão do orçamento e revisões frequentes estará caminhando para o fracasso.

Preparar os custos de um projeto é mais uma arte do que uma ciência. Mas, depois que se pega o jeito, pode ser divertido. E pode melhorar sua credibilidade e seu acesso ao CEO”.



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui