Recursos/White Papers

#Brandpost | Saiba mais Patrocinado por

Symantec e OEA fazem Relatório sobre Cibersegurança na América Latina

Estudo indica que os ataque dirigidos a alvos específicos estão aumentando na região, sendo que 15% são voltados para empresas com 501 a 1 mil funcionários

Symantec

Publicada em 24 de julho de 2014 às 08h00

symantec dia 2

A Symantec e Organização dos Estados Americanos (OEA) acabam de divulgar um relatório conjunto sobre segurança digital batizado de ‘Tendências de Cibersegurança na América Latina e no Caribe’.

O estudo descreve o panorama de ameaças na região e oferece recomendações para aumentar a proteção contra os crimes virtuais. A pesquisa é um documento completo sobre segurança cibernética na América Latina e inclui informações da Rede de Inteligência Global de Symantec e OEA, além de dados adicionais da AMERIPOL (em português, Comunidade das Polícias da América) e demais organizações internacionais.

Sob a perspectiva das ameaças na Internet, os ataques dirigidos a alvos específicos estão aumentando na América Latina e se tornaram mais sofisticados. Além disso, o relatório indica que mais de 15% dos ataques dirigidos registrados na América Latina em 2013 tiveram como alvo organizações entre 501 e mil colaboradores.

O relatório também inclui o ranking latino-americano de atividade maliciosa gerado por país, no qual o Brasil aparece em primeiro lugar, segundo os dados registrados no ano passado. Sozinho, o país alcançou a marca de US$ 8 bilhões (mais de R$ 18 bilhões) em prejuízos causados pelo crime virtual.

O relatório completo (em inglês ou espanhol) e mais dados sobre sua realização podem ser baixados no site da Symantec



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui