Recursos/White Papers

Carreira

5 qualidades desejáveis em um coach de carreira de TI

Sua carreira de TI está em ponto morto? Um coach perspicaz pode ajudá-lo a mudar sua vida profissional de volta à velocidade máxima

John Edwards, CIO/EUA

Publicada em 17 de agosto de 2018 às 23h10

Atletas têm coaches. Atores, cantores e outros artistas também. E os políticos, geralmente descritos como "conselheiros" ou "conselheiros". Dado o fato de que os coaches desempenham um papel importante em tantas ocupações diferentes, faz todo o sentido que os profissionais de TI tenham alguém que possa ajudá-los a aperfeiçoar suas habilidades e seguir em frente em suas carreiras.

"Muitas vezes ficamos presos em nossas carreiras, imaginando como chegar ao próximo nível", diz John Garvens, um coach de carreira de TI que trabalha com profissionais da Salesforce. "Um coach de carreira sólido pode ajudá-lo a entender melhor a si mesmo e sua carreira e como fazer com que os dois se encaixem melhor."

Um coach fornece conselhos consultivos e pode guiar um profissional de TI para o próximo passo de sua carreira, sugere Sami Ahmed, co-fundador da empresa de recrutamento Hunt Club. "Definitivamente, pode ajudá-lo a entender o jogo e ajudá-lo a chegar onde você quer estar", explica ele.

Como o coaching de carreira em TI não é diretamente regulado por nenhum órgão governamental ou profissional, praticamente qualquer pessoa pode começar a exercer a função. Para garantir que você receba a orientação de que precisa, e não uma lição sobre como desperdiçar tempo e dinheiro, procure  por um coach de carreira de TI que possua esses cinco atributos-chave.

1. Altamente recomendado
Conectar-se com um coach de carreira começa com a seleção de candidatos adequados. "Você não deveria ter que ir longe demais para encontrar um bom coach", diz Harj Taggar, CEO da empresa de recrutamento Triplebyte. "Prospecte em sua própria rede e peça recomendações a amigos que trabalham na indústria", aconselha.

Ahmed concorda. "Você pode encontrar uma tonelada de coaches de carreira no Google, mas obter uma indicação e encontrar alguém em sua rede faz mais sentido e contribuirá para um relacionamento mais proveitoso", diz ele.

O departamento de recursos humanos do seu empregador atual também pode fornecer leads adequados. "O departamento de RH pode ser uma fonte muito boa, já que eles estão utilizando coaches o tempo todo", diz Bob Hewes, sócio sênior da empresa de coaching Camden Consulting Group. "Outra fonte são colegas que já trabalharam com coaches antes."

2. Conheça o mercado de TI e tenha experiência em liderança
É importante selecionar os coaches de carreira que estejam alinhados com suas necessidades profissionais, bem como metas imediatas e de longo prazo. "Eles devem conhecer sua profissão e ser alguém que possa falar a língua da sua indústria", aconselha Ahmed. Se um coach tem formação em TI, ele pode levá-lo a atingir os seus objetivos mais rápido do que alguém que não entenda o setor, explica. "Eles trazem exemplos específicos, identificam problemas e oportunidades do setor e, em última análise, ajudam você a enxergar sua situação com mais clareza."

Um coach também deve ter uma sólida compreensão das habilidades mais demandadas e encorajar seus clientes a aprimorar habilidades específicas que ajudarão a impulsionar suas carreiras. "Um coach deve ter ótimos dados sobre compensação de mercado e ajudá-lo a negociar para obter o pacote que você deseja", declara Taggar. "Um coach não pode tomar decisões por você, mas deve ser capaz de criar uma estrutura de tomada de decisão que ofereça clareza e confiança."

Michael Cauley, diretor do programa de coaching da Lipscomb University, sugere procurar um coach com experiência de liderança em nível sênior. A certificação em algum tipo de programa de avaliação 360 também é benéfica, observa ele. "Se o coach não tem experiência em TI, ele precisa ser capaz de demonstrar um alto nível de agilidade nos sistemas organizacionais", acrescenta. Cauley também recomenda o uso de um técnico que tenha sido certificado pela International Coach Federation (ICF), uma organização sem fins lucrativos dedicada ao treinamento profissional. 

3. Ofereça metas e uma estratégia realista
Um dos maiores erros que executivos e gerentes cometem sobre suas carreiras é acreditar que eles podem descobrir tudo por si mesmos, diz Garvens. "Obter uma perspectiva diferente pode muitas vezes destacar oportunidades ou problemas gritantes que você não consegue ver sozinho", explica ele. "Por exemplo, quantas vezes na sua vida você disse que tinha comida no rosto e quantas vezes você sabia que tinha comida no rosto?"

Não se contente com um coach que faz você se sentir confortável com o seu nível de desenvolvimento. "Encontre um treinador que irá desafiá-lo a explorar a lacuna entre quem você é agora e quem você quer se tornar", aconselha Cindy Hosea, diretora associada de serviços de carreira da Kelley School of Business, da Universidade de Indiana. Dedique o tempo e a energia necessários para se engajar no processo de coaching e seja honesto consigo mesmo e com o seu coach, diz ela. "Esteja disposto a dominar sua carreira, fazer escolhas corajosas, testar suposições e aproveitar a jornada para se tornar a melhor versão de si mesmo."

Ahmed observa que muitos profissionais de TI entendem mal o papel do coach. "O maior equívoco é pensar que um coach de carreira é um recrutador", observa ele. "O papel de um coach não é abrir as portas e conseguir esse trabalho, mas levá-lo ao nível em que você estará preparado para obtê-lo."

Taggar adverte, no entanto, que é importante não se tornar excessivamente dependente do conselho de um coach. "É importante lembrar que eles são apenas guias que podem fornecer informações para pensar e processar", diz ele. "Só você pode tomar a decisão que é melhor para você."

4. Pode comprometer-se com um horário de reuniões regular, mas flexível
Como cliente, você tem o direito de definir um cronograma de reuniões que combine bem com suas demandas pessoais e de negócios, além de receber instruções e suporte de qualidade. Garvens acredita que é melhor gastar tempo com um coach de carreira de TI a cada uma ou duas semanas. "Você deve se afastar de sua sessão com uma melhor compreensão do que precisa fazer para chegar onde deseja", sugere. 

Cauley prefere um arranjo flexível que evolua com o tempo. "Eu gosto de compromissos de seis a nove meses que se reúnem semanalmente nas quatro primeiras sessões e a cada duas semanas daí em diante", observa ele.

"Meus contratos de coaching são para um mínimo de seis sessões, de 30 a 60 minutos, a cada duas ou quatro semanas", diz Hosea. Em um relacionamento típico de coaching, o cliente traz um tópico ou meta específico em que deseja trabalhar, como liderança, comunicação ou inteligência emocional, observa ela. "O coach responsabiliza o cliente pelo crescimento nessa área".

Hewes acredita que muitos profissionais de TI esperam muito tempo antes de contratar um coach. "É como trabalhar com um consultor financeiro: achamos que devemos saber como fazer tudo sozinhos, então esperamos, esperamos, esperamos...", observa ele.

coaching

5. Não cobre mais do que entrega
Quanto vale um treinador de carreira? Ninguém realmente parece saber, incluindo muitos coaches de carreira. "Os coaches  executivos variam quanto cobram pelos serviços, dependendo do nível de experiência", diz Hosea. "Você pode encontrar um coach certificado pela ICF, de alta qualidade, na faixa de US$ 3.000 por três meses."

Garvens observa que, embora os preços variem, os clientes geralmente recebem o que pagam. "A maioria dos coaches de carreira de TI varia entre US$ 100 e US$ 300 por hora, dependendo do nível do cliente e do tipo de trabalho", explica ele. 

O takeaway
Um coach pode ajudar um profissional de TI a identificar objetivos específicos de desenvolvimento de carreira e montar um plano para alcançar esses objetivos. "Um coach pode trabalhar com você em qualquer um ou em todos os três estágios: avaliação, planejamento de ação e implementação", diz Hewes. "Os coaches especialistas têm muita experiência em descobrir quais devem ser os objetivos, interpretar o feedback, usar sua experiência no desenvolvimento de um plano personalizado e usar todos os tipos de estratégias para ajudá-lo a implementar metas."



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui