Recursos/White Papers

Carreira

Como corrigir um erro

Uma hora vai acontecer com você também. Saiba como falar com seu chefe sobre o problema. Sua postura nesse momento pode definir sua carreira

Deborah Brown-Volkman, CIO/EUA

Publicada em 18 de julho de 2018 às 16h19

Acontece com todos nós: cometemos erros. Seja ele ignorar um deadline crucial, falhar no desenvolvimento de um projeto, faltar a uma reunião importante ou copiar um chefe naquele e-mail informal. Todos nós tropeçamos de vez em quando, mas, algumas vezes, somos jogados para baixo do tapete por causa deles.

Cometer erros não é surpresa. O atual ambiente de trabalho estressante exige perfeição. Os números do trimestre devem superar os números do período anterior. É preciso elevar o market share. As tarefas devem ser cumpridas cada vez com maior antecedência. Temos que estar na liderança do jogo em praticamente todos os minutos do dia. É justamente esse tipo de estresse, que busca extrair o melhor de nós, que ao mesmo tempo nos faz estourar na frente de um subordinado, enviar um e-mail sem corrigi-lo ou implementar uma tecnologia sem testá-la adequadamente.

Ninguém comete erros intencionalmente, mas eles acontecem de qualquer forma. Quando erramos, não importa qual a nossa posição na organização, é impossível evitar cogitar quais serão as consequências. O que acontecerá comigo? Meus colegas e minha equipe vão descobrir? Serei demitido?

Todas esses são questionamentos normais. Mas o que você mais precisa quando for informar seu chefe é ter calma e clareza. Em muitos casos, o que aconteceu não é  o mais importante, mas sim como você lida com o caso depois.

É importante ser responsável por seus erros. Aqui estão seis dicas para consertar ou reduzir o impacto do seu erro.

1- Prepare o seu lado da história
Antes de falar com seu chefe, reflita. Pergunte a si mesmo por que você cometeu o erro. A razão para se questionar é entender o quê saiu errado para então começar a fazer certo. Perguntar a si mesmo como prevenir-se de que isso não aconteça novamente é uma forma de aprender com os próprios tropeços.

Coloque suas respostas no papel. Liste o que o levou ao erro, como ocorreu e seu plano para consertá-lo. Esse processo é importante porque te dá objetividade e discernimento. Ele também o prepara para a conversa com o seu chefe. Se você é muito emotivo para ter sua própria perspectiva, converse com um colega ou alguém de fora da companhia para encontrar um ponto de vista diferente. 

Você não quer que essa conversa fique muito solta. Planeje o que irá dizer. Prepare antecipadamente porque você estará nervoso no momento. Pratique suas falas muitas vezes. Isso o ajudará a conduzir a conversa de forma educada e profissional.

2- Explique o ocorrido
Quando conversar com o seu chefe, deixe-o conduzir. Você terá sua chance de falar. Certifique-se de que você entende para onde está sendo guiado. Cria uma forma de impedir que o problema se repita.

Faça o seu melhor para ser profissional. Faça criticas construtivas. Saiba que essa conversa não é confortável para o seu chefe também: não é fácil para ninguém dizer a outra pessoa o que ela fez de errado. Anote. Isso te proverá de material caso essa questão ressurja no futuro. 

Quando for sua vez de falar, exponha ocorrido objetivamente. Aja como um repórter que está relatando um fato. Discuta o que o levou ao erro, quais os erros e as consequências do ocorrido. Não se repreenda, nem fique na defensiva. Também não detalhe muito e evite repetições. Relate o seu lado da história e pare. Isso evitará sua humilhação e que você fale algo de que possa se arrepender depois.

O modo como você lida com os contratempos mostra seu verdadeiro caráter ao seu chefe. Caso mantenha-se calmo e controlado, seu chefe irá apreciar a atitude.

3- Fixe o que você aprendeu
Toda situação adversa oferece uma lição. Qual foi a sua? Diga a seu chefe o que descobriu sobre si mesmo. Você aprendeu a trabalhar melhor em equipe? Aprendeu que precisa conversar mais com os funcionários? Aprendeu que precisa checar seu trabalho (ou de quem você copiou no e-mail) diversas vezes antes de enviar? Seja honesto com seu chefe. Ele já sabe o que você fez, não há necessidade de encobrir nada. Use esse momento como uma oportunidade para mostrar que você é aberto, flexível e deseja aprender (e aprendeu) com seu erro.

Todo mundo quer seu dia no tribunal. Este é o seu. Mostrar o seu lado da história é libertador. Pode parecer incômodo no momento, mas não chega perto do desconforto de ter uma questão mal resolvida entre você e seu chefe. Ou perder seu emprego por causa dele.

4-Explique por que você é melhor depois do ocorrido
Você pode ter cometido um erro e aprendido com ele. Como resultado desse novo conhecimento adquirido, você é um funcionário melhor. Aprendeu como confrontar um problema e responder rapidamente. O que você descobriu sobre si mesmo, torna-o mais valioso para a organização. Conte ao seu chefe como você é uma pessoa melhor, mais forte e mais rápida que antes. Explique que será mais cuidadoso no futuro. Então, comprometa-se em assegurar que o erro não se repetirá. Reafirme ao seu chefe que esse foi um evento fora da curva e não uma ocorrência regular.

5- Seja gracioso
Agradeça seu chefe pela conversa. Ele é extremamente ocupado, e o fato de ter encontrado tempo para discutir a questão mostra que ele valoriza você e quer ter certeza que não cometerá o mesmo erro no futuro. Afinal de contas, a alternativa a isso seria a total ausência de dialogo, suprimindo a possibilidade de você mostrar sua versão da história. Essa apreciação constrói o início de um caminho para uma nova relação com seu chefe. Um obrigado também providencia um fechamento. Mostra que os dois lados estão prontos para deixar o assunto para trás.

6- Siga em frente
Uma vez discutida e resolvida a questão, é hora de seguir em frente. Apesar de você ainda continuar chateado, não vai querer insistir no assunto e perturbar seus pensamentos e julgamentos. Guardar os erros do passado afetará negativamente seu desempenho. Saiba que você pode confiar em si mesmo e nas suas decisões novamente. 

Lembre-se, quando você cai do cavalo, precisa voltar. Todos os grandes líderes cometem erros e esse foi o seu. Ele não precisa afetar sua estadia na organização ao menos que você deixe isso acorrer. Agarre o que você aprendeu sobre si mesmo e sobre a organização e coloque em prática. Pense no ocorrido como um obstáculo ultrapassado na sua carreira.

erro



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui