Recursos/White Papers

Carreira

Você faz Marketing Pessoal?

Além de criar uma imagem ligada à credibilidade e competência, é preciso avaliar sua marca pessoal em relação aos concorrentes e tentar se diferenciar

Catherine Kaputa *

Publicada em 27 de maio de 2018 às 09h54

Para ter sucesso na carreira, os profissionais precisam desenvolver marcas pessoais que o diferenciem da multidão de concorrentes igualmente capacitados. 

A maioria das pessoas, no entanto, está muito ocupada trabalhando e não tem tempo de pensar na reestruturação de suas marcas. Por isso, seguem aqui algumas perguntas que, ao serem respondidas, permitem a identificação dos pontos fracos nas ações de marketing pessoal. 

São elas:

• Você pode explicar, em poucas linhas, quais são os aspectos que o diferenciam dos outros?

• Se alguém fizer uma busca na internet com o seu nome, encontrará quais tipos de conteúdo?

• Você pode definir qual é seu público-alvo e as estratégias para conquistá-los?

• Seu visual é condizente com a mensagem que deseja passar por meio de sua marca pessoal?

Se a resposta foi “não” para alguma dessas questões, isso representa um sinal de que seu marketing pessoal não é muito eficiente. No entanto, existem algumas dicas que podem ajudar a virar esse jogo:

• Mantenha o foco: defina-se da maneira mais específica possível, pois essa é a única forma de se manter na memória das pessoas. Esqueça o erro de mandar um currículo, por exemplo, e descrever-se como “profissional capacitado, espírito de liderança, comportamento colaborativo”. Todos fazem essa mesma coisa e, consequentemente, caem no esquecimento dos recrutadores.

personas

• Diferencie-se: identifique em que aspectos você é diferente dos outros e exponha essa característica no currículo ou em entrevista de emprego. Mostre-se único.

• Avalie sua marca pessoal: assim como fabricantes analisam a aceitação, relevância e atualização dos produtos lançados, você deve se comparar aos concorrentes de tempos em tempos para identificar quais seus pontos fracos e fortes.

 

(*)Catherine Kaputa é fundadora da SelfBrand



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui