Recursos/White Papers

Carreira

State of CIO 2018: líderes de TI dedicam mais tempo à segurança

E equilibrar a inovação empresarial e a excelência operacional continua sendo o maior desafio, segundo a edição 2018 da pesquisa State of CIO

Da Redação, com CIO/EUA

Publicada em 02 de fevereiro de 2018 às 08h15

Nos próximos três anos, a maioria dos CIOs (57%) prevê passar mais tempo em atividades estratégicas, impulsionando a inovação e identificando oportunidades de diferenciação competitiva. Felizmente, seu ambiente atual e as práticas comerciais estão alinhadas como este desejo. Porém, a realidade atual ainda exige dedicação às operações de TI.  Equilibrar a inovação empresarial e a excelência operacional continua sendo o maior desafio dos líderes de TI participantes da 17º edição do estudo  "State of CIO".

Realizado pela CIO norte-americana, o  estudo anual "State of CIO" visa entender como o papel do CIO continua a evoluir no cenário de negócios de hoje e ajudar a definir a agenda do CIO para 2018.Em outras palavras, mede o papel do CIO no organização, drivers de orçamento/investimento, a relação TI/negócios e as habilidades chave necessárias para o trabalho hoje. Os resultados deste ano revelam que muitas das iniciativas estratégicas que mantiveram os CIO ocupados no ano passado mudaram, de fato, para atividades com um foco maior na implementação de transformação digital. E que a colaboração entre chefes de líderes de TI e LOB continua a aumentar.

Aumento do foco na segurança
Pela primeira vez na história da pesquisa, a segurança passou a ser prioridade para o CIO, onde estão dedicando maior parte do seu tempo, aumentando 13 pontos percentuais para 54%. Esta transição demonstra a fluidez entre atividades funcionais e estratégicas.

Além disso, 54% dos CIOs compartilharam que a segurança de TI e a estratégia de TI estão bem alinhadas, e esse alinhamento deverá aumentar para 82% nos próximos três anos. Dada a trajetória recente das violações, os CEOs estão buscando que os CIOs atualizem a segurança dos dados para evitar ataques cibernéticos.

stateofcio4

(Abra a imagem em uma nova página para ampliar)

Quase metade dos CIOs (47%) reporta-se diretamente ao CEO e o mandato médio para CIOs é de 5 anos e 8 meses.

stateofcio1

"Os CEOs estão procurando por CIOs para impulsionar a inovação, e sua longevidade na organização é importante para garantir que os planos possam ser executados de forma completa como descrito", explicou Adam Dennison, SVP e Gerente Geral, IDG Events e CIO Executive Council e Publisher , CIO. "A experiência do cliente é vital para a inovação, e, felizmente, os CIOs não estão trabalhando em um silo, pois 71% estão se reunindo com os clientes para ter uma visão de primeira linha de onde seus negócios podem melhorar".

Os parceiros da linha de negócios (LOB) veem os CIOs como parceiros estratégicos ou consultores (80%), o que aumentou dramaticamente de 63% em 2017. Essa mudança de perspectiva pode ser resultado de mais colaboração à medida que a tecnologia se torna mais um recurso compartilhado e investimento .

stateofcio3

À medida que os investimentos em tecnologia continuam a aumentar, o controle do orçamento total de tecnologia permanece consistentemente dentro da TI. Ao analisar o investimento em tecnologia, em geral, a TI mantém o controle da maioria das despesas de tecnologia (55%), com reforços de orçamento de tecnologia que residem em departamentos como marketing, operações e finanças/contabilidade. No entanto, as despesas de tecnologia para departamentos específicos são muitas vezes realizadas em conjunto com TI.

stateofcio2

Os CIOs estão sofrendo um pouco menos de escassez de habilidades, em comparação com o ano passado, mas Ciência de Dados e Segurança e dados continuam a ser áreas chave de oportunidades para talentos de TI.



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui