Recursos/White Papers

Carreira

CIOs americanos já dedicam mais tempo e energia a atividades estratégicas

Ao contrário dos CIOs brasileiros, ainda no início da jornada que os levará de implementadores a estrategistas e facilitadores do negócio, os líderes de TI dos EUA estão cada vez menos atolados em tarefas operacionais

Da Redação, com IDG News Service

Publicada em 27 de janeiro de 2017 às 17h28

Apesar de seu duplo papel, ainda em voga, os CIOs americanos estão finalmente conseguindo dedicar mais tempo às suas responsabilidades estratégicas. Uma mudança significativa no perfil dos CIOs, que na opinião dele próprios  torna o trabalho mais gratificante do que no passado e o seu papel ainda mais importante para o negócio.  Esta é a principal conclusão da edição 2017 do estudo State of CIO, da revista CIO nos Estados Unidos. 

Este ano, o estudo ouviu 646 líderes de TI e constatou que eles estão gastando menos tempo atolados com tarefas como controle de custos, negociação de fornecedores e gestão de crises - embora eles ainda sejam responsáveis por manter as luzes acesas. Apenas 20% dos respondentes se encaixam na classificação funcional (ou seja, estão envolvidos com o gerenciamento da TI). A maioria está cada vez mais se dedicando a tocar oportunidades estratégicas, conduzir processos de inovação empresarial, identificar oportunidades para diferenciação e desenvolvimento de novas abordagens go-to-market.

O papel do CIO segue mais desafiador a cada dia. Agora ele precisa lidar ainda mais com questões de segurança. É seu papel mitigar o risco corporativo, diante da crescente atuação dos cibercrinosos. 

Além da intensificação da infraestrutura de segurança, é esperado pelos CEOs que seus CIOs estabeleçam parcerias mais fortes com as áreas de negócio, e os executivos ouvidos pela pesquisa fizeram progresso saudável em várias frentes. CIOs e seus pares nas outras áreas estão muito mais alinhados sobre os requisitos de negócios que direcionam investimentos em tecnologia, por exemplo.

Outra prioridade é melhorar a experiência do cliente. Boa parte dos líderes de TI (40%) vê a experiência do cliente como o motor de negócios mais importante para a tecnologia.

Confira outros resultados nos gráficos abaixo (abra as imagens em novas janelas para ampliar).

StateoFCIO2017a

stateofcio2017c

stateofcio2017b

stateofcio2017d

Stateofcio2017f

stateofcio2017f

 



Reportagens mais lidas

Acesse a comunidade da CIO

LinkedIn
A partir da comunidade no LinkedIn, a CIO promove a troca de informações entre os líderes de TI. Acesse aqui